domingo, 23 de abril de 2017

Montando minha carteira de ações

Boa tarde amigos.
 
Antes de começar o post gostaria de comentar que de vez em quando eu digo "o próximo post será sobre tal coisa" mas acabo protelando por qualquer motivo. Tenho três no prelo: um com HARD DATA sobre como a família é vital para acumular patrimônio, outro sobre a venda da empresa e meu novo trabalho e outro é o "filme do mês" que espero que gostem.
 
Finalmente estou montando minha carteira de ações "à vera". Acho que desde 2010 fiz isso umas 10 vezes, porém sem efetivamente comprar ativos. Lembro que (lá vou eu contar anedoctas) a primeira empresa que analisei, de modo rudimentar, foi a Cielo. Foi um negócio um pouco a lá Peter Lynch... Eu simplesmente via a maquininha de pagamento em todo o lugar e tive um insight sobre como aquele negócio era lucrativo. Eu disse à minha esposa que ia comprar e ela me deteve (na verdade eu mesmo me detive por falta de estudo), dizendo que as pessoas iam fazer pagamentos com celular e a Cielo ia falir. O tempo passou e me arrependi de não ter dado aquele passo.
 
Outra vez foi a Vale. Aliás praticamente posso dizer que tenho um sexto sentido em relação à vale, desde que ela foi privatizada (eu ainda era garoto) ela é a primeira empresa que me vem à mente quando penso em ações e algo me diz quando vale e quando não vale investir nela (logicamente isso é bobagem). Anos atrás tive um insight para fazer uma espécie de position trade com ela e hoje vejo que teria ganho dinheiro.
 
Ai vão algumas outras escolhas que observando o passado eu teria me dado bem em todas, mas na prática a gente nunca sabe. Tive sorte de estudar muito o conteúdo do Bastter e analisar as empresas quando eles dispunham os dados de modo grátis, mas agora fazem uns bons meses que eu ignorei o assunto apenas me concentrando na minha empresa e praticamente esqueci tudo, até sobre quais indicadores básicos olhar.
 
Pensei rapidamente na seguinte lista de ações pra estudar:

Hering, Natura, Engie, Cielo, Itau, Ezetec, Weg, Renner, Ambev, Vale, Eternit, Grendene, Apargatas, Hypermarcas, Taesa, Kroton, Odontoprev, Raiadrogasil, Whirlpool, Ambev, Klabin, Ultrapar, Cosan, Gerdau, AEStiete.

De qualquer modo, primeiro vou escolher alguns setores, e destes escolher a melhor empresa do setor baseado nos números. Meu objetivo é ter de 6 a 12 ações ON.
 
Indicadores:
Estar entre as 50 mais negociadas
Patrimônio Líquido crescente
Receita Líquida consistente
Lucro Líquido consistente
Margem líquida > 20%
ROE acima da taxa de juros
Dívida bruta / Patrimônio Líquido < 0,5% (a não ser que a dívida seja equilibrada ao lucro e patrimônio)
Dívida Líquida / EBITDA < 2
índice de Basileia (nos bancos)
Ter praticamente monopólio do mercado

Tenho usado o site Fundamentus o da bovespa e o filtro de ações (screaner) do site investing. Agradeço se alguém indicar uma fonte com dados dos balanços em forma de gráfico como tinha no site do bastter.

Agradeço sugestões de empresas para estudo e indicadores a observar.
 
Não recomendo que ninguém siga nada deste blog e não sou profissional da área de investimentos. Não recomendo nada a ninguém e não sou responsável por suas escolhas.
 

40 comentários:

  1. Gosto do seu blog amigo
    Eu retiraria dos estudos as empreas abaixo:
    Hering, Natura, Eternit, Apargatas, Taesa, Kroton , Raiadrogasil, Whirlpool, Klabin, Cosan, Gerdau.
    Exitem opções melhores Eternit por exemplo só no passado mesmo.

    ResponderExcluir
  2. Respostas
    1. Você poderia iniciar os estudos por essas
      Engie, Cielo, Itau, Eztec, Weg, Renner, Ambev, Vale, Grendene, Hypermarcas, Seer, Odontoprev, Ultrapar, AEStiete, Bradesco, bbse, parc.
      São todas empresas boas na minha opnião, mas carece de estudo.

      Excluir
  3. Grande CF! Boas empresas para estudo. Tenho 4 das que vc pretende estudar, gosto delas e venho aportando e recebendo seus dividendos. Quando vc colocou Itau seria também Itausa?

    Obs> Na lista das empresas esta repetindo Ambev.

    Forte abraço e sucesso!

    ResponderExcluir
  4. Pelos proprios indicadores mencionados por voce tenho certeza que pelo menos Eternit vc pode retirar de sua lista de estudos.
    Whirpool nao ia fechar o capital? Tem bons numeros no fundamentus, mas tbm nao esta entre as mais 50 negociadas. Veja sobre isso tbm...
    Quanto a algumas outras, nao chegue atrasado na festa, CF...
    Abraco e sucesso

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Acrescente para seus estudos PSSA3

      Excluir
    2. Obrigado pelas dicas,
      não sei, estou por fora a algum tempo. Quase nenhuma das empresas que eu citei eu analisei a fundo alguma vez.

      Excluir
  5. CF,

    Em açoes eu nao teria muitas duvidas: Iria no negocio mais lucrativo de todos.

    Bancos!! Grandes, claro.

    Bradescao, Itau e dependendo Banco do Brasil.

    Vejo com bons olhos Grendene e ODPV.

    Sou fa de ARZZ arezzo (acharia legal ate ser franqueado).

    Hgtzx hering boa empresa, mas tipo eu nao gosto de roupas hering entao nao sei se investiria.

    Eternit é turnaround, ta bem runzinha das pernas.

    Abraço e sucesso na carteira

    Ps.: Ansioso pelos demais posts

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Opa VDC, vou por uma quantia considerável no setor bancário sim.
      Vou dar uma boa olhada na Arezzo. Lembro de quando você falou que estava estudando a franquia.
      Hering eu gosto, acho bem administrada (preciso ver melhor) mas sei que controlou a dívida e fez um turn monstro.
      Grande abraço

      Excluir
  6. Cara muito legal, eu tenho acoes a 5 anos, claro comecei de vagar... Tenho algo em torno de 40 empresas dessas 40 3 sao americanas.... Ja faz algum tempo so me preocupo se a empresa e boa e tal, mas se ficar fora dos meus criterios saio com certeza. Nao acha pouco 12 empresas apenas? Hering apargatas, hypermarcas, odontoprev, whirpool,klabin, cosan and gerdau nao tenho, poren odontopreve esta para estudo hehe.
    Por que nao inclui weg, mdias, metalev, parc corretora, ccro, petro, bradesco e b brasil pra estudo?
    O sit macrotrends e legal tbm.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá!
      Em tese quanto mais diversificado, melhor. Mas segundo o que estudei a partir de 12 ações começa a não fazer muita diferença e seus resultados começam a acompanhar a média de mercado. Acho que com 12 já da pra selecionar a melhor de cada setor.
      De qualquer modo isso é pra começar. Se eu vir oportunidades posso ter 40 ações também sem problema algum.
      Não conheço o macrotrends, vou conferir. Vou estudar as empresas que sugeriu... tirando Petrobras. Essa ai só no dia que privatizarem hehe abraço

      Excluir
    2. Fala conhecimento, finalmente saiu da zona de conforto.

      Anon sinceramente você esta fazendo errado , pode ter até 20 anos de mercado.

      Quanto mais ações você tem mais próximos do índice você fica.

      Se tu quer um retorno próximo do mercado compre ETF e seja feliz.

      Sem balanços, Imposto de renda simplificado etc.


      Conhecimento financeiro você esta certo! A partir de 15 ações você vai estar replicando índice de mercado e gastando corretagens.

      Neste sentido é melhor ir de ETF.

      Lembrando: Quem quer escolher empresas a dedo esta sim visando bater a média do mercado " Estratégia conhecida como stock picking" Se tu deseja bater a média do mercado então preço importa! Tome cuidado com as besteiras que o bastter fala.

      Leia uns 10 livros de alguns dos melhores investidores da bolsa e suas estratégias. Adiante vai perceber que muita coisa que nosso amigos pastor ensina não se aplica para investidores qualificados.

      Algumas coisas que nosso amigo pastor distorce.
      - Lucro passado não é garantia de lucro futuro
      - Empresa boa hoje pode virar ruim amanhã
      - Analisar empresa por quadros não é o suficiente para entender do negócio.
      - Quanto mais você entende do case de negocio da empresa maiores serão suas chances de ser bem sucedido no mercado acionário.
      - Fazer preço médio só serve para sardinhas como a gente.
      - A partir de determinado montante fica perigoso fazer preço médio.
      - Se toda vez que você avistar uma empresa boa e comprar por preços irracionais vai estar comprando ela sempre no topo.
      - Se toda vez que tu compra no topo, adiante esta mesma empresa ficar ruim o prejuizo será maior.

      Ex: Petro até 2008! Conheci uma turma buy holder que comprava de balde aos 40 reais, hoje com míseros 14 reais + 5 anos de prejuizo.

      O próprio pastor estava carregado de petro em sua carteira.

      Pela filosofia dele: Ficou ruim eu vendo!
      Certo compra aos 50 e vende nos 20 .

      Vai fazendo isso com umas 5 empresas e tu verá o prejuizo ao final do processo.


      Bastter não ficou rico com a bolsa , mas sim como sua profissão médico e seu site vendas.

      Outra coisa que tu pode ter certeza: O dinheiro grande principalmente no começo se faz com o trabalho.

      Agora depois de um certo tempo não há trabalho algum que bata de frente com os retornos obtidos no mercado.

      Se você quer ser um investidor 100% defensivo compre ETF da bolsa americana, sem dor de cabeça com balanços etc.

      Se você acredita que o mercado é eficiente que preço não importa compre ETF.

      Não perca tempo analisando empresas compre ETFs.
      Esta filosofia que o bastter difundi não faz nenhum sentido do ponto de vista teórico e prático.

      Ele distorceu todos livros de siegel, Graham, Buffet, Fisher, Lynch etc.

      Conhecimento financeiro leia todos estes autores consagrados antes de entrar no mercado.
      Adiante você vai entender o que estou falando.

      O Bastter omiti diversa informações destes livros, só divulga o que ele acredita como sendo dentro da filosofia dele.

      Boa sorte em sua jornada

      Excluir
    3. Isso de aumentar o número de empresas, reduzir a rentabilidade é uma tremenda LENDA, M-I-T-O, lenda urbana mesmo.

      O estudo disso aí de 12 empresas ou mais, é para RISCO.
      Se variar entre vários setores, vai ficando mais protegido, porém com 12 ou mais diversificadas, a redução do risco era mínima.

      RISCO, não rentabilidade.

      Segundo, convergir para o índice?
      Índice tá CHEIO DE PORCARIA, Petro, Vale, ja teve OGX...índice e patinete pra saci, são coisas inúteis.

      Há 5 anos atrás, uma Grendene da vida mal chamava atenção, era só mais uma empresa legalzinha.

      Como, que raios, você adicionar uma Grendende de sua carteira de 12 ativos, iria reduzir rentabilidade ou convergir pra média, se ela é MUITO SUPERIOR a maioria?

      Como adicionar uma Ambev, OdontoPrev, Porto Seguro, Itau, Bradesco, Wege e outras empresas fantásticas vai piorar tua carteira?

      Quando vejo críticas a diversificação, parece que as pessoas que criticam estão confundindo diversificar com diluir (sair comprando adoidado, à rodo, qualquer empresa).

      Sair comprando qualquer empresa, sim, vai tender a média.

      Colocar empresas com sólidos fundamentos, NÃO DIMINUI RENTABILIDADE, ISSO É LENDA, IGNORÂNCIA.

      Se tiver 15 empresas show de bola, pode colocar novas empresas BOAS, sem problema A-L-G-U-M.

      Excluir
    4. Iae Mestre, realmente o Bastter, tenho a impressão, dá uma enrolada quando alguma coisa vai contra a filosofia do B&H. A propaganda é tão forte que até parece que ele faz B&H passivo. Quanto aos ensinamentos do livro "Eu quero ser rico" do autor, concordo com tudo e recomendo a todos. Inclusive já presenteei amigos com aquele livro.

      -------

      Anon está correto, não importa se tem 10 ou 100 ativos uma carteira quando se estuda a fundo. Para o leigo ou iniciante (como me considero), cerca de 12 papéis é um escudo padronizado contra sua ignorância. Tanto pra não seguir o mercado quanto para não me dar mal com a falta de diversificação.

      Excluir
  7. CF sobre estudar empresa esquece sites.

    Compre um bom livro de contabilidade + valuation, faça você mesmo seus controles.

    Geralmente entro no site da Bolsa pego informações de lá para compilar alguns controles.

    Não alimente a banca com corretagens, IR e assinaturas.

    Principalmente enquanto estiver com pouco capital alocado em bolsa.

    Tome cuidado com operar no fracionada por causa do spread proibitivo em algumas ações.

    Outra dica que dou é se mantenha longe dos sabichões da bolsa e seus cursos.

    Quem ganha dinheiro na bolsa não sai revelando seu setup para qualquer um.

    São caras extremamente individualista que desenvolveram seus próprios meios de operar na bolsa.

    Tem uns 3 bilionários que ninguém conhece além do barsi:
    Teve um caso recente da alta de 1000% nas ações do magazine luiza, advinha quem estava comprando ações? Exato um destes bilionários anônimos.

    Se quiser estudar um pouco sobre estas figuras:

    - Luiz Alves Paes de Barros
    Dificilmente seria reconhecido na rua. Alves não dá entrevistas, não faz palestras nem participa de eventos do mercado financeiro. Sua rotina é vasculhar a bolsa atrás de ações baratas e participar dos conselhos de administração das empresas em que investe. Tornou-se bilionário assim, aplicando na Bovespa, sem nunca ter tido patrão ou qualquer emprego “convencional”. Começou com 10 000 dólares.

    Antonio José Carneiro
    Carneiro entrou no mercado como operador de pregão. Hoje, estima-se que sua fortuna chegue a 1 bilhão de dólares – mesmo sem ele aparecer na lista de bilionários da Forbes. Seus investimentos estão em empresas de construção, energia elétrica, entre outras.

    Guilherme Affonso Ferreira

    Guilherme Affonso Ferreira acabou entrando na bolsa quando sua família buscava recursos para expandir seus negócios quando o setor em que atuava estivesse em baixa. Foi assim que foram compradas as primeiras ações do Unibanco, muito antes da união com o Itaú.

    Ferreira também pesquisa a administração das empresas antes de investir e gosta de participar dos Conselhos de Administração – e de receber dividendos, claro.

    Victor Adler
    Adler é um dos maiores acionistas da Eternit (ETER3), junto com Parisotto e Barsi.

    Recentemente entrou em disputa acalorada com barsi na ultima assembleia da eternit.

    Sobre a empresa recomendo que fique longe da eter3 por causa da proibição do amianto em diversos estados.

    Empresa boa para especular, para ser sócio agora anda complicado.

    Resumindo: Desenvolva seu próprio método ao longo do tempo a base do estudo.

    Tome cuidado como o que é pregado como sendo seguro, conheço dúzias de investidores que mesmo depois dessa alta estão levando uma paulada da renda fixa.

    Bolsa no Brasil não é para amadores, tem de encarar como segunda profissão.

    Se for para ficar na média no mercado compre ETF.




    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Excelente comentário MD,
      Eu leio vários autores e tento pegar o melhor deles e fazer os meus próprios métodos. Claro, que ainda sou iniciante, mas ao longo dos anos com estudos a gente vai se aprimorando.

      CF, Desejo bons investimentos.

      Abraços.

      Excluir
    2. Obrigado pelas dicas mestre. Não sigo sabichões, nem notícias nem sites especializados.

      Vlw Cowboy, um abraço.

      Excluir
  8. Grande CF! blz? Ações eh meu assunto preferido.
    Use o site Fundamentus e o guia invest para ver coisas fundamentalistas.
    Além do mais o proprio balanco delas vc vê no RI relatorio anual de cada uma ou no site da bovespa mesmo.

    Eu retiraria eternit, e alpargatas praticamente fechou o capital sem negócios na ON, natura e klabin tem dados horriveis.

    gosto da m dias branco, grendene, raia, ser educacional.
    aes tiete nao tem mais on e sim apenas unit, o que acho ruim. A melhor eletrica que eu acho e sou sócio é a Engie (antiga tractebel).


    A vale nao foi privatizada, isso é um erro comum que as pessoas pensam, na verdade o controle da vale foi para os fundos de pensão petros e previ, então pra mim ela é estatal, alem de ser cíclica. Saí fora de CEMIG e estou saindo fora de banco do Brasil. Unica estatal que tenho é Banco do Brasil seguridade e PAR corretora.

    Outra que gosto muito e minha próxima compra é a Graziottin.

    Abraço!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Graziottin está em minha lista também Frugal...empresa redondinha..

      Excluir
    2. Obrigado Frugal, vou ler os últimos balanços. Mas convenhamos que alguns dados num gráfico como tinha no site do Bastter facilitaria MUITO as coisas.

      Excluir
  9. O viver de construção já cantou algumas boas aí. Eu mesmo desisti por terem baixo Yeld e cobrar disciplina de acompanhar as notícias de como anda o mercado para não ver parte da sua carteira derretendo. Quando tiver uma boa grana é possível que eu volte a esse mercado para diversificar.

    Como sou pobre tenho que focar, então meu foco atual é só em FIIs.

    Abraços!



    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Acho que os FIIs são mais apropriados pra quem tem menos de 100k, até pelo acesso mais fácil ao rendimento e menor volatilidade.
      Abraço!

      Excluir
  10. Fala CF!

    Meu da sua lista tenho 8 ações em minha carteira! hehehe A que tenho um certo apreço é a Eztec! Cara Construção Civil no Brasil não é nada fácil e ela vem tendo bons resultados na área apesar dos pesares...

    Abs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu falei dela e provavelmente vou por uma ação do setor na carteira, mas sinceramente não gosto da ideia de comprar ações de construtoras brasileiras. Prefiro eu mesmo usar o dinheiro e construir casinhas populares.

      Excluir
  11. Minha dica é compre etf e seja feliz.
    Eu tive bons lucros na bolsa, por pura sorte. Entrei no final de 2008. Sabe quais ações me deram maior lucro? MMX e OGX. MMX eu ganhei mais 500% em 6 meses.
    Desde 2014 que meu investimento em ações se limita a etf.
    Possuo fii's que são meu "seguro desemprego" e invisto mensalmente no bova11.
    Eu cheguei a conclusão que o mais importante para o pequeno investidor é o percentual da renda poupada e a disciplina.
    Minha estratégia hoje é juntar dinheiro na renda fixa, esperando a queda no índice para comprar. E se a bolsa não cair (ela sempre cai), vou recebendo juros.
    Não sou e nem quero ser investidor sofisticado, quero não depender do salário e ter um bom patrimônio no futuro.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Concordo sobre a disciplina e poupar serem o fundamento da riqueza. Sua estratégia é a mesma que pretendo seguir. Renda fixa remunera o capital até que ativos reais (empresas e imóveis) caiam a um preço atrativo.

      Agradeço a dica mas não invisto em fundos.
      Bons lucros.

      Excluir
  12. Olá, CF!

    Gente, lendo esses comentários eu fico mais perdida do que cego em tiroteio hahaha. Desejo entrar na RV em 2018, que é quando já terei meu colchão de segurança para 1 ano, e provavelmente entrarei num fundo de ações ativo. Já estou estudando alguns e acho que já tenho um eleito. Acho ETFs e FIIs interessantes também, mas aí já são planos pra 2019 (e vou usar a Socopa).

    Um abraço e boa sorte com sua carteira!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Jaqueline não costumo recomendar nada, mas no seu caso que mora com os pais talvez 1 ano de reserva de emergência seja um exagero.

      Eu não investiria em fundos (tirando FII)... pra que pagar taxas se pode você mesmo investir?

      Excluir
    2. Fundo ativo é lixo. Isso acho que é unânime aqui. Se for pra comprar fundo de ações, é melhor um passivo (ETF). Esqueça BOVA11. Vá de PIBB11 ou BRAX11.

      Excluir
    3. Olá, CF!

      Eu não acho a minha área a mais fácil para um reposicionamento, por isso optei por um ano. Quanto a fundos, eu me simpatizo bastante por poder diversificar sem precisar montar minha própria carteira de ações. O valor das taxas pode ser um problema, mas é algo que se paga pela diversificação sem precisar comprar ações de 12 empresas, por exemplo.

      Respondendo ao Anon, ETF me interessa também (conforme mencionei acima).

      Um abraço!

      Excluir
  13. Mestre dos dividendos é bem sábio, matou a pau nos comentários. 12 ações ainda tá bom pra stock picking. Agora, se quiser muitas ações (20+), é melhor um ETF (nada da porcaria do BOVA11, os leigos só conhecem esse e gostam de difamar os ETF pra confirmar suas prévias crenças). Abraço!

    ResponderExcluir
  14. CF,

    Quanto às empresas não irei opinar, pois é uma escolha estritamente pessoal. Mas lendo os seus comentários creio que você está no caminho certo no que tange à diversificação e à blindagem contra "verdades absolutas" que são ditas pela internet.

    O que acho que agregaria à sua análise:

    1) Algum (s) indicadores relacionados ao preço como filtro e como comparativo setorial.

    2) Plataforma Penserico. Muito boa e gratuita

    Boa sorte com a sua carteira!

    Abraços.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não conheço essa plataforma, vou dar uma olhada.
      Vou observar o preço em um segundo momento, após separar empresas ruins.
      Obrigado!

      Excluir
  15. Nao sei daonde ter 40 empresas tende a ficar na media de indices, mas qual indice? Minha carteira tem 40 eempresaS APROX, porem so bvmf bbdc itub bbdc abev engie, jjarepresentam 50% da carteira. Eu ao meu modo de ver nada melhor do que o propio investidor escolher as acoes.

    Pior de tudo investir em fundo, muitos fundos ja quebraram.

    Mas claro cada um tem uma visao diferente, afinal se todos pensasseem igual nao haveria fundos nem etf.


    R.R

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O problema alem de quebrar é pagar taxas e não saber o que tem no fundo.

      Se sua carteira for equilibrada, quanto mais ações mais tende a seguir o mercado. Se tiver uma merreca pode ter 100 ações que nada muda.

      Excluir