sexta-feira, 19 de janeiro de 2018

CF de volta ao Brasil

Olá amigos!

Esta semana cheguei ao Brasil. Foram intermináveis horas de viagem e de espera nas conexões, as quais me lembraram que ainda não sou rico o suficiente pra comprar voos diretos e confortáveis. Ainda não tinha viajado com uma cia aérea tão boa quanto a Lufthansa. Bom tratamento e bastante entretenimento na tvzinha, com vários filmes lançamentos.

Na Alemanha uma policial quase encrencou comigo, mas ao entregar minha permissão de residência em Portugal (ela não conhecia mas foi orientada por uma tira coroa) virou só sorrisos. Não é segredo como no mundo nós brasileiros sempre seremos cidadãos de segunda classe. Todos os dias sou grato por ter melhorado minha condição de vida. 

Foi muito legal passar algumas horas na capital do estado, onde tenho um grupo de amigos leais que me resgataram e passaram a tarde comigo. Almoçamos e ficamos batendo papo no trabalho de um deles. Depois tomei mais um ônibus de algumas horas até a cidade do interior em que cresci. Cheguei com a carne destruída.

Aqui tudo parou no tempo desde os anos 90, que foi quando a cidade começou a perder habitantes e definhar. Na época foi por ter perdido o posto de única cidade da região com universidade, e hoje não tem mais nada por aqui. 

Meus parentes estão bem... Sempre na mesma. O mundo mudou e eles não acompanharam. Parece que sentem que já viveram suas vidas e estão esperando pra morrer. Vejo isso no rosto das pessoas em geral, uma certeza de que nada vai dar certo então preferem nem tentar. Eu sigo no jogo pois tenho que colocar todo esse dinheiro sendo impresso pelos governos no meu bolso.

Triste lembrar do meu avô e ver minha avó bem velhinha. A casa dela está virando depósito de coisas que os parentes não querem por fora nem vender. Isso mostra o respeito que você recebe quando fica velho... Semana que vem irei visitar as terras dela, andar à cavalo, pescar... Bom demais o contato com a natureza e os bons valores ancestrais.

Já falei 10 vezes aqui no blog que estou devendo um post poderoso sobre família x dinheiro, mas apenas como aperitivo, tem uma família aqui na frente a qual inclusive fui colega dos garotos na escola, burros pra caramba quando o assunto era baboseira governamental (sempre rodavam e eu achava que iam se dar mal por isso), mas sempre tiveram seus valores próprios e se ajudaram nos negócios. Quando eu era criança eles abriram uma agropecuária, foram crescendo e hoje tem várias empresas e atuam diversificados em várias áreas. Na frente da casa tem uma faixa "chiquinha bixo medicina 2018 blá-blá-blá". Pois é amigos, famílias espertas aprendem as regras do capitalismo e os mocorongos aprendem a falar de socialismo, frivolidades e política.

Acabo de ouvir de minha mãe que um deles, que foi meu colega na escola, hoje tem uma filial da agropecuária no imóvel que foi um boteco que frequentavamos quando crianças pra comprar porcaria, e tem um carro poderosíssimo. Admiro o sucesso dos outros, principalmente se foram mal na escola hauahuah.

Me senti muito feliz quando meu melhor amigo (na verdade não tenho amigo nenhum, somente associados de negócios) demonstrou muito amor e veio aqui passar algumas horas batendo papo. Já marcamos cachaçada e churrascão na cachoeira da região em um dia em que vão poucos marginais e drogados.

Me sinto feliz em ver que eliminei os amigos quebrados e só me restaram meia dúzia de associados hoje de relativo sucesso. Um se tornou um homem rico e Barão dos produtos de Internet, outro é médico e tem QI 300, outro é agente penitenciário e hustler de clubes de tiro e armamento, tem uns dois meio quebrados mas não são broke boys nem aceitam o fracasso como veredicto. Todos tem QI alto e músculos pra combate. Só se anda com gente de bom nível.

Eu poderia contar alguns causos da viagem, como o contato aproximado com os huebr que só ouvi falar de putaria, ficar, comer, festejar, gastar, ostentar, fofocas.... Pqp como as pessoas escrevem seus destinos de modo negativo. 

Péssimas notícias relacionadas à drogas. Dois conhecidos mais veteranos viraram zumbis do crack, e mais um que cresceu por perto está colocando tudo fora em putas e drogas. Fico triste pelas famílias deles. Uma coisa que os três tem em comum: cresceram sem uma figura masculina em casa, mas criados pelas mães e avós. Não estou afirmando nada, apenas que quase todos os meus conhecidos metidos em disfunção não tiveram a figura paterna ou um exemplo masculino admirável para copiar.

Agora é hora de sondar meus tios e amigos pra ver se sai algum negócio lucrativo nesses dias em que estou aqui. Por enquanto não tem clima. Dura é a vida do hustler.

Não deu pra comentar nos blogs mas já vi que o nível dos posts está muito legal. Um abraço a todos.

67 comentários:

  1. Show!!! Sempre bom voltar as raízes. Gosto disso: reflexão e nostalgia.
    Vc tem um jeito durão, mas é um cara do bem rsrs
    Tudo d bom.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sou bastante reflexivo e nostálgico, bem observado amigo.
      Sou do bem sim. Grande abraço!

      Excluir
  2. Sempre reparei isso nos meus parentes também, mas depois cheguei a conclusão que eles também estão tentando subir alguns degraus, o problema é a falta de informação e a preguiça de ir atrás dela.
    dai cheguei na conclusão que não conseguem por três motivos
    1. Preguiça de mudar (conformismo)
    2. distrações banais, fofocas, novelas, bebidas, jogos, sexo.
    3. burrice... preferem puxar uma carroça do que economizar pra comprar um cavalo.

    ver gente que a gente ama cavando a própria cova da miséria é desesperador, primos tendo uma penca de filhos e ganhando mil reais por mês, dentro da casa dos pais ou pagando pensões.
    pessoas que nunca devem ter lido um livro na vida e que usam a internet só pra saber das fofocas de famosos ou da comunidade que estão inseridos.

    vir de uma família periférica dói o coração.

    ah, na minha, ainda temos outro problema : ninguém se ajuda com dinheiro, escondem com unhas e dentes qualquer trocado que tenham ganho.... diferente da família de ricos, que se ajudam como podem.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Infelizmente não da pra esperar mudança nos outros, só em si mesmo.

      Sei do que você fala.

      Excluir
  3. Ola CF,

    Bem vindo ao Brasil.

    Infelizmente poucos amigos da minha infancia se deram bem, na verdade pensando aqui nao me lembro de nenhum.

    Abraçao

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Os meus também, a maioria se deu mal. Eu sei que é clichê, mas alguns até morreram ou foram pra cadeia.

      Excluir
  4. quando os textos exalam arrogância, a pessoa não é nem metade do que escreve que é...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É mesmo? Obrigado pela dica.

      Se preocupe com a dieta de sua mãe diabética, com as novelas que sua esposa assiste, com as más influências na vida do seu filho... Esqueça o que um homem desconhecido faz ou pensa.

      Excluir
    2. Aprovetiando a deixa do anon CF: Realmente os textos estão ficando cada vez mais caricatos. Não vejo essa necessidade de ficar inventando termos como "hustler", "broke boys"... Quer parecer articulado, mas de uma forma tosca.

      Ou veste a carapuça de um personagem logo como o Burguês Inglório, ou sai dessa onda... Os posts antigos eram muito melhores, sem esses rodeios.

      Excluir
    3. Hustle é minha filosofia se vida e broke boys é o melhor termo que achei pra descrever quem me critica.

      Excluir
    4. Resposta padrão CF: Veste o manto de Mãe Dinah, inventa/tenta adivinhar qualquer demérito sobre a vida de quem comentou e o resto é ad hominem. Na cabeça do energúmeno essa é uma resposta excelente. Onde a blogosfera de finanças vai parar com esses caricatos que se levam a serio...

      Excluir
    5. Isso mesmo, só dou respostas padrão e mesmo assim você vem aqui gastar seu tempo, pois no fundo me admira.

      Eu só levo a mim mesmo, minha mulher e mais meia duzia a sério. Anons revoltados com desconhecidos na internet eu uso como tapete, viva com isso.

      Excluir
    6. Você está admitindo que tem não capacidade argumentativa e está achando bonito ainda. Continua esperneando aí, tentando se convencer que não se importa com quem te critica ao mesmo tempo que tenta argumentar sem sucesso com todos. Boa, caricato!

      Excluir
    7. Minha capacidade argumentativa é nula.

      Você se importa demais com o que outro macho faz. Não gosta de mim e continua voltando? Sofra.

      Excluir
  5. Aproveite bem o passei CF. Revisitar as origens pode ser revigorante.

    Gostaria muito de conhece-lo pessoalmente assim como alguns confrades da blogosfera. Mas isso é algo distante ainda. Quem sabe um dia quando atingirmos a IF. Se um dia isso realmente acontecer comigo vou propor um encontro com no mínimo uns 6 blogueiros para batermos aquele papo.

    Abç

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Gosto muito de você desde o começo de seu blog, Centavos.
      Um grande abraço e espero que um dia esse encontro ocorra.

      Mas não esqueça de me depositar a grana das passagens hehheeh.

      Excluir
  6. Fala CF!
    A maioria de meus amigos se deram bem. Alguns poucos milionários, mas quase todos prosperaram.
    Muito bom respirar ares de casa novamente! Bem vindo de volta e que traga bons ventos do velho continente.

    ResponderExcluir
  7. Bom passeio CF e obrigado por compartilhar sua ideologia conosco, é inspiradora.

    Stay hungry, stay foolish.

    Abraços,

    Matt

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não sou foolish, rapaz. Obrigado por vir ler meu blog.

      Excluir
    2. Stay hungry, stay foolish = nunca se dê por satisfeito, procure sempre mais conhecimento, mais informação, mais aprendizado.

      (joga essa expressão no google e entenderá melhor porque é um foolish)

      Matt

      Excluir
  8. Fala, CF!

    Na Alemanha é foda. Já viajei pra lá 3 vezes, sempre a trabalho. Mesmo com todas as provas de que já estive por lá outras vezes, sempre a trabalho, eles encrespam com a gente. Mas é o trabalho deles. É sempre nessas duras que eles já descobrem gente com intenções excusas.

    Quanto a parentes, entendo bem o que acontece. Todos os meus parentes são do interior e o que vejo quando vou pra lá é basicamente a mesma coisa. O pior de tudo é constatar que meus primos cresceram só pra sugar do patrimônio do meu avô. Teve um mesmo que engravidou uma louca com 17 anos de idade. Foi parabenizado e ganhou um terreno do vô.

    Falar sobre estudo não adianta. Um dia minha mãe, numa conversa com minha tia, comentou se lamentando, que o futuro dele poderia ser diferente. Que meu primo poderia ter se dedicado mais aos estudos (nem terminou o ensino médio), poderia ter saído de lá e buscado um bom trabalho. A resposta a isso foi uma sonora risada. O povo do interior, em sua grande maioria, se esforça pra se manter na inércia. Sair do buraco e lutar pra ganhar mais dinheiro e ter condições melhores é considerado impossível pela maioria...

    Grande abraço e boa estadia no Huezil!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tem um pessoal sanguessuga aqui também. Coisa mais triste, constatar que nem todos tem o ideal correto de família.

      Pra praticamente ninguém funciona falar de aprender coisas úteis, sucesso, negócios, etc. Estou quase chegando à conclusão de que nada lucrativo vai sair por aqui. Tenho a sorte desse meu tio engenheiro pensar como eu, o oposto do resto da família.

      É bem o que você falou, os caras se esforçam pra ficar na inércia!

      Obrigado e grande abraço.

      Excluir
  9. CF,

    Infelizmente parece que se tornou comum casa dos pais tornarem-se depósitos. Acho que os pais aceitam por serem lembranças e uma forma de conexão com os filhos - forma estranha, mas sem isso, muitas vezes sequer são lembrados.

    "Aqui tudo parou no tempo desde os anos 90,..."
    Infelizmente esse é um dos retratos do país, no pior sentido da palavra. Locais com tanto potencial desperdiçados devido ao (des)governo.

    Fico imaginando o seu provável choque inicial ao colocar os pés em terra tupiniquim, já que mora em um país realmente desenvolvido.

    Abraços,

    ResponderExcluir
  10. Família x Dinheiro

    Espero que em sua cidade não tenha famílias elitistas e tradicionalistas como na minha.
    A mobilidade social é quase inexistente aqui, geralmente acontece só quando alguém pobre casa-se com alguém rico.

    As melhores ocupações infelizmente estão destinadas aos membros dessas famílias, ou então aos membros daquelas sociedades fraternas e discretas. Isso existe em grandes cidades, mas é potencializado em 1000 em cidades pequenas do nordeste como a minha.

    Não sei de casos de pessoas que eram pobres e melhoraram de vida aqui. Mas dizem que tem gente daqui que foi criado em fazendas enormes com picapes de última geração que chegaram em outra cidade dizendo que nasceram e cresceram na pobreza extrema.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi anon, essa falta de mobilidade social é comum aqui também. Pra mim a saída foi me mandar.

      Excluir
  11. Olá Rosana, obrigado pela visita.
    Tomei alguns sustos sim, e isso que nem estou fora a tanto tempo, mas me adaptei rápido em Portugal.

    Tenho que me segurar pra não ficar reclamando do preço de tudo, e de como as pessoas perdem tempo em coisas inúteis por aqui.

    As vezes penso que é melhor não durar muito e morrer cedo.

    ResponderExcluir
  12. Como bem falou o Anon lá em cima, crescer em família periférica é quase ser condenado ao fracasso eterno. É necessário muita força de vontade para poder nadar contra a maré. Uma das coisas que sempre achei absurdo na minha família é o quanto de tempo eles desperdiçam com coisas banais e vulgares. Nunca tivemos uma única conversa sobre como gerar riqueza, sobre como ter sucesso na vida etc. A visão constante do dia-a-dia era somente a derrota e a escassez. Não há dignidade nenhuma nisso e é exatamente por isto que você está certo em nunca ser complacente com esquerdistas. Estes acham que há alguma espécie de dignidade, ou ascese espiritual, na pobreza. Os intelectuais que vivem de promover essas ideias condenam gerações e gerações de famílias a miséria.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não existe nada bom em ser pobre ou andar com pobres, pelo contrário. Tenha força e lute pelos seus objetivos que você vence. Tudo te puxa pra baixo mas se isso vai ser determinante em seu sucesso depende de você em primeiro lugar.
      A cada novo dia levante pra vencer e deixe a disfunção familiar pra trás.

      Excluir
  13. Para mim, uma coisa que ajuda muito nessa mentalidade derrotada não é só somente o marxismo cultural, mas outra força igualmente poderosa: religião. Afinal, o sacrifício de Jesus foi tão grande que as pessoas pobres acreditam que devem viver em penitência, em sofrimento, pq isso que é bonito, isso que é santo...

    Não elaborei muito bem meu argumento, mas espero que tenha passado a mensagem.

    ResponderExcluir
  14. A religião é uma lente que retrata a realidade, assim como a ciência ou a filosofia. Pode ser usada pra ter sucesso ou te puxar pra trás. Depende dos valores que a pessoa pratica.
    Já viu um judeu fodido? Eu conheço poucos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Verdade, bom argumento. Entretanto, infelizmente tem muita gente que se apoia nela para o comodismo... Nunca vi frase mais mal intencionada do que aquela "The Lord works in mysterious ways". Tem gente que utiliza isso como uma desculpa para ser pobre e acomodado.

      Excluir
    2. Realmente, apesar de que na vida a gente não tem que ter explicação pra tudo, essa frase é puro comodismo.
      Quebrados adoram dar desculpas pra se manterem na inércia, mesmo que seja da religião, vão achar algo pra justificar seus infortúnios. Por outro lado o Hustler tira inspiração pra crescer justamente em não querer ser igual a esse 99% fracassado.

      Eu poderia fazer 900 posts reclamando de infortúnios da vida nesse blog. Colocar a culpa nos parentes, genética, sorte ou no patrão, mas isso só puxa pra baixo.

      Excluir
  15. Olá, lí alguns dos seus comentários em outro blog e pude perceber que é um blogger diferenciado dos demais. Gostaria de saber sua opinião sobre investimento em imóveis em 2018. Sou investidor de imóveis mas ainda não obtive minha IF, logo ainda estou vinculado ao CLT... rsrs os valores de venda aumentaram ao redor de 20% nos últimos meses na cidade na qual invisto, diferentemente do que está acontecendo no Brasil de acordo com os meios de comunicação, logo estou sendo obrigado a migrar minha atenção para outras cidades. Espero me aposentar nos próximos 2 anos quando atingir 40 anos, com aprox 3MM "imobilizados", logo estou sendo mais rigoroso nos investimentos. Infelizmente 80% dos leitores assíduos possuem uma mentalidade desvirtuada do cenário na qual o país vive e usam seus próprios fracassos para implementar o caos na blogosfera. Nunca comprei em leilão, o que faço é financiar imóveis na qual o aluguel é o mesmo valor ou maior do que o do financiamento, logo não tiro dinheiro do bolso... na minha opinião, ficar rico no Brasil requer 70% sorte e 30% dedicação e perseverança. Abs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá amigo, obrigado por suas palavras.

      Bem, pessoalmente nunca vi investimento algum melhor que imóvel seja no quadro que for. Tenho inúmeros exemplos, mas o importante é dizer que pro lucro ser mais seguro a melhor alternativa é o desenvolvimento imobiliário, ou seja, entrar no começo da cadeia de valor.

      Existe uma duzia de maneiras de fazer dinheiro com imóveis,cada uma com suas características e por coincidência a que você descreveu foi a que me deu o primeiro insight sobre renda passiva vários anos atrás. Hoje considero uma fórmula lenta, mas interessante no longo prazo e pra quem tem pouca grana. Existem alguns perigos nela e o principal é que o investidor está exposto à uma dívida muito longa, mas não importa, faz tempo que não me interesso em falar nada técnico aqui. Pretendo me aposentar como você, com bastante patrimônio imobilizado em imóveis, porem vou buscar pagar à vista.

      Eu diria que o modo como eu invisto é o mais apropriado pra lucrar independente do cenário econômico. Sem entrar em nuances, o que farei em 2018,19, 20,21,22... é manter meu patrimônio diversificado, comprar terrenos em áreas com bom potencial de desenvolvimento e construir uma casa popular por ano em um dos que possuo. Eventualmente comprar de leilão e reformar também.

      Já obtive lucros de 500% em 3 anos, mas do jeito que faço não aparece na midia que se limita a falar de 2 ou 3 tipos de investimento encaixotados, pumpados pelo lobby de imobiliárias e construtoras, ou seja, o gajo compra um apartamento em uma área que SÓ vai variar de preço de acordo com a situação econômica do país, ao invés de criar valor colocando uma casa em cima de um terreno, ou comprando lotes e áreas que estão recebendo melhorias.

      Nada neste blog é recomendação de investimento. Um abração

      Excluir
  16. CF para presidente !!!

    ResponderExcluir
  17. Olá Conhecimento Financeiro poderia me dar algumas dicas aqui pois estou no Mato sem cachorro sou novo imaturo e inexperiente tenho 19 anos vamos ao meu relato:


    Estou numa situação complicada e preciso de alguns conselhos seguinte tenho 19 anos abandonei a escola infelizmente no 1 grau e agora preciso saber como terminar o ensino médio da forma mais rápida possível como faço? Eu poderia terminar fazendo o ENCCEJA
    Mais estou meio perdido aqui não sei nada sobre esse tal ENCEJA.

    Moro numa cidade pequena No RN de Aproximadamente 15 mil habitantes.

    E depois de eu terminar é melhor eu fazer um curso técnico ou parti logo pro ensino superior? Quais profissões vocês me endicam comentem ai pessoal se puderem desde já agradeço.

    Não tenho dinheiro pra quase nada nem namorada consigo ter por conta disso. Perdi oque eu tinha de mais valioso o TEMPO

    Quero dinheiro para investir e alcançar a IF o mais breve possível espero que vocês me respondam forte abraço flw

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Ricardo, você ainda é jovem e todo o tempo que "perdeu" recupera em poucos meses num supletivo. Você precisa de um mínimo de qualificação pra não morrer de fome. A partir de hoje não perca mais seu tempo, incluindo com namoradas e amigos quebrados. Pense apenas nos seus interesses empresariais.
      Faculdade boa é medicina e engenharia civil na minha opinião, o resto é lixo. Eu faria um curso técnico, mas trabalhar como um escravo para outro homem não vai te deixar rico.
      Desconfie do homem que te der uma fórmula pra ficar rico... O melhor conselho que posso te dar é ler uns livros tipo Pai Rico Pai Pobre, biografia do Arnold Schwarzenegger e Me Inc do Gene Simmons.

      Excluir
  18. Oi Ricardo, você tem 19 anos, o que mais tem na vida é TEMPO ! Faça um curso técnico e comece a trabalhar na área o mais rápido possível, vá morar na capital ou onde haja uma empresa grande.

    Boa sorte!

    Ass : gata investidora

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá gata investidora obg pelas dicas

      Tempo eu até teria se minha família não ficassem no meu pé rsrs Técnico?

      Quais técnicos você me recomendaria tipo Técnico Industrial? ou esses aqui construção civil, elétrônica, mecânica de Automóveis , metalurgia, mineração ou marcenaria

      Excluir
    2. Obg pessoal por me responderam morar em Capital?

      Como conseguriria isso sendo que não tenho nenhum parente que more na Capital do Estado em que me encontro?

      Tenho outros parentes que moram Em Capital Como Rio de Janeiro, Brasília-DF Fortaleza.

      Porém não tenho o mínimo contato com esse pessoal a minha família é uma "Família " que vive de puxar o tapete do outro ou seja são invejosos e não querem ajudar outros o único família que poderia me ajudar no RJ que é o irmão da minha avó não vê ela faz 42 ANOS olha só que tipo de "Família" eu tenho Um cara que já foi Delegado no Rio de Janeiro que inclusive é formado em Odontologia (Naquela Época dava Dinheiro) hoje ele vivi em Bairro nobre no RJ Aposentado e nem sequer vem visitar a minha avó que é a típica brasileira agricultora hoje ele tem
      Alzheimer irá morrer e nunca verá O " GRANDE IRMÃO DELA".

      Outro dia uma familiar foi lá no RJ na casa desse irmão da minha avó e ela foi falar com os empregados eles ligaram e o velho disse que não era pra deixar entrar no apartamento mesmo ela passando informações dá irmã dele que só um familiar saberia deixou a mulher plantada lá fora depois ele mandou uma
      Carta para minha avó perguntando se uma tal de Luciana (pseudônimo ) era mesmo da família e minha avó confirmou que sim ele só se comunicava com cartas.

      Pois num dia ele deu o telefone dele e os meu familiares idiotas pobretões só viviam enchendo o saco dele pedindo dinheiro e presentes ai ele trocou de número e disse que jamais iria se comunicar por telefone somente por carta já rede social parece que ela não gosta ou não passou por motivos óbvios como o já citado acima atualmente faz 7 anos que ele não manda cartas.

      Excluir
    3. Droga de Google escrevo uma palavra e aparece outra.

      Excluir
    4. Familiar* enfim pessoal desculpem os erros ortográficos é o Google vou desativar a função escrevo algo e aparece outra palavra

      Excluir
    5. Como? Não sei. O caminho mais rápido pra fracassar é continuar pondo a culpa nos outros.

      Excluir
    6. Família, cidade, Google... Quem mais é responsável pelos seus problemas?

      Excluir
    7. Cara notei que oque você falou faz todo sentido não adianta eu ficar culpando tudo preciso me virar de uma forma ou de outra.

      A respeito do Supletivo na sua opinião existe contras? Tipo já perguntei também aos meus amigos e eles disseram que seria melhor ou terminar o ensino médio normal pois isso de supletivo estraga o currículo que na hora da entrevista de emprego isso irá "pesar" constar lá Ensino médio? Sim Supletivo porém pretendo fazer ele mesmo assim.

      Excluir
    8. Olha amigo, ninguém nunca me perguntou onde eu estudei nem pediu pra ver minhas notas. Também nunca usei absolutamente nada que ensinam no segundo grau na vida real, e não conheço muita gente que tenha usado, principalmente meus conhecidos mais ricos. Se eu pudesse voltar atrás teria estudado por supletivo. A não ser que você precise de uma boa base pra passar em um concurso ou entrar em um curso de respeito como medicina e engenharia civil, não acho que perder três anos da vida lustrando a cadeira c a bunda enquanto finge que estuda e uma velha imbecil finge que ensina vá valer a pena. Mas eu não posso lhe dar conselhos e você deve decidir por si mesmo.

      Só gostaria de lhe perguntar uma coisa se não se importar. Esses seus amigos são ricos? Tiveram sucesso em algo? Ou são quebrados sabichões?

      Busque aprender com pessoas de sucesso.

      Excluir
    9. Eu diria que para a Região sim cara os cara tem experiência tipo um é dono de farmácias o outro é um Médico bem sucedido que eu fiz amizade quando tive que fazer uns tratamentos dermatologicos tenho um primo que trabalha como advogado e tem seu próprio escritório pretendo pedir ajudar também dele mais mesmo assim pretendo fazer o exame.

      Excluir
    10. Legal, talvez esse pessoal possa lhe ajudar a arrumar um emprego pra você juntar dinheiro enquanto estuda.

      Excluir
  19. É oque eu estava pensando depois de formado eu pagaria de volta ou talvez eu possa financiar através do Fies se não conseguir entrar numa federal

    ResponderExcluir
  20. CF, ao pisar aqui de volta vc teve alguma síndrome do retorno ou algo do tipo ao sair da Europa e pisar de volta no Bananil, onde tudo é feio, escroto e nada funciona?

    ResponderExcluir
  21. "Me sinto feliz em ver que eliminei os amigos quebrados e só me restaram meia dúzia de associados hoje de relativo sucesso."

    Isto que é levar a sério a frase "vc é a média das 5 pessoas que convive", rs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Estou filtrando cada vez mais. Esse ditado é bastante verdadeiro.

      Excluir
  22. Olá amigo, boa tarde!
    Acompanho o seu blog a um bom tempo e agradeço pelo conteúdo de qualidade que você sempre publica.
    Sou um empregado de uma empresa privada e minha renda liquida mensal é de R$ 5.000,00 e geralmente consigo aportar por volta de R$ 2.000,00
    Possuo atualmente investido em torno de R$ 600 mil, sendo R$ 250 mil no tesouro direto e R$ 350mil em um CDB que me remunera com 99% do CDI em um grande banco.
    Com essa redução na taxa SELIC os ganhos estão cada vez mais reduzidos e estou analisando fazer movimentação deste capital, sei que você não é consultor financeiro e até mesmo por que eu monto a minha linha de raciocínio onde investir, não levando em consideração a consultoria dos gerentes/analistas dos bancos e corretoras, pois eles querem vender produtos que seja rentável para sua instituição.
    Tem algumas variáveis que observo:
    • AÇÕES: Fazer compra de ações o mercado está eufórico, aqui na minha empresa as pessoas só falam nisso e tem muita gente comprando, teve uma que vendeu o carro e comprou tudo em ações, acho que é o efeito manada, logo deve ter uma paulada forte, e além do mais os preços estão muitos altos.

    • CRIPTOMOEDA: Não sou corajoso para entrar nesse ramo

    • RENDA FIXA: Tem a segurança porém cada vez menor a taxa de juros
    Em um ano eleitoral tudo pode acontecer dependendo de quem ganhar as eleições.
    Na sua opinião você acha interessante eu manter as minhas posição atuais, até por que mesmo tem a tabela de imposto de renda progressiva e já estou na menor alíquota (e de certa forma estou capitalizado se precisar vender a qualquer momento não pagarei mais imposto de renda do 15%), porém se eu fazer um novo investimento em CDB ai fico no topo da tabela .
    Seria melhor diversificar em FII, também comprar um pouco de ações?
    Muito grato pela sua opinião

    Grande Abraço
    Anonimo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá amigo, não posso recomendar mas posso dizer o que eu faria.
      Eu diversificaria o capital em vários ativos. Ações de boas empresas, títulos, fii, coe, imóveis, tudo o que tiver valor.

      350 mil em UM cdb? E se o banco quebrar? Te pagam no máximo 250 pelo FGC. Tem que diversificar.

      Excluir
  23. Eae CF, to deixando isso aqui pra alertar o pessoal que acompanha teu blog e que também acompanha o nosso ranking clássico:

    Agora ele tá sob meu comando, após o mestre dos centavos tê-lo passado pra mim, então segue o link:

    http://jovemdesucessopromissor.blogspot.com.br/2018/02/ranking-de-patrimonio-da-blogosfera.html

    ResponderExcluir
  24. Cf, estou só querendo ver um post de quando vc voltar pra Portugal e voltar a falar sobre o que viu no Brasil.

    Abraço!

    ResponderExcluir
  25. Olá amigo Frugal, estou com tantas ideias novas e pensando em como implementá-las que estou ignorando o blog. Vou mantê-lo, mas estou esperando dar vontade de vir postar. Rs

    ResponderExcluir
  26. amigo, me adiciona no seu blogroll. voce já está no meu.
    htp://vidarica.me
    abraço!

    ResponderExcluir