quinta-feira, 25 de maio de 2017

Trabalho e segurança em Portugal

Olá amigos, ainda não tive tempo de responder aos comentários do último post. Acontece que estou em uma praia trabalhando em um belo deck esta semana. Primeiro trabalho longe de casa na minha nova profissão. Isso é chato. Achava que não ia mais fazer esse tipo de coisa como tinha que fazer no Brasil.


Já queimei a perna em um compressor incandescente, a cortei, a pele dos meus pés virou carvão na areia, e hoje estou particularmente destruído, pois carreguei no "lombo" mais de duas toneladas de tábuas, mas garanto que não troco nada disso por outros trabalhos que tive.

Tenho aprendido muitas coisas que me vão ser úteis pro resto da vida e em meus projetos de construção civil. Como disse, esse é meu "plano de aposentadoria". Até aproveitei este trabalho pra tirar umas dúvidas sobre fundações. O dia que chegar numa obra minha não vou ser nada bobo.

Achar uma profissão em que você goste de aprender ao invés de o fazer por obrigação é realmente difícil. 

Queria comentar neste rápido post algo que ainda me deixa intrigado. A segurança neste país é admirável. Existem roubos e crimes, mas só ouço falar, e são coisas banais pra quem vem de um lugar onde traficantes decapitam seus rivais.

Na Irlanda mesmo o que direi a seguir não seria possível.

Deixar a carrinha aberta quando vamos almoçar, ou deixar ferramentas na obra, na praia, e ninguém mexer, nunca havia imaginado. Não vou me aprofundar muito na questão, deixo só o relato.


25 comentários:

  1. CF, não bastassem todas as mazelas do Brasil, ainda temos que andar por aqui com medo de tudo, especialmente em cidades grandes.

    Deve ser muito bom morar num país em que você pode andar por aí sem medo. Já vivi isso passeando em países mais seguros.

    Abraço!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A insegurança foi primordial pra sairmos do Br. Deixar carro destrancado por 1 minuto, estando por perto tudo bem, mas poder deixar ferramentas caras na praia e ficar uma hora longe, ainda não consigo acreditar.

      É muito bom, me sinto bem e posso me concentrar em coisas importantes ao invés de olhar 100 metros à frente pra identificar perigo e carregar uma faca pra me defender. Acabou isso.

      Abraço!

      Excluir
  2. Quanta diferença, eu não tenho coragem nem de deixar meu carro sem alarme na garagem do condomínio enquanto subo somente pra pegar algo que esqueci.
    Triste realidade.
    Boa sorte aí!

    ResponderExcluir
  3. Poiiis é eu acho que se voltar pro terras tupiniquinsl vao me roubar todo, falta de costume.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ouvi dizer que pessoas que vivem muitos anos longe do Brasil, ao voltar perdem o "street wise" e se tornam vítimas fáceis. Verdadeiramente uns otários na mão da bandidagem.

      Excluir
  4. CF, primeiramente parabéns pelo blog, um dos mais lúcidos que já li. Estou com uma proposta de emprego para Alemanha (sou da área de TI, eles vão bancar o visto, tudo isso). Tenho um emprego muito bom aqui em Sampa. Fico na dúvida de mudar para um outro país (cultura, zona de conforto, , língua, pais já idosos aqui, etc...). Seja sincero, devo ir? Vlw, abraços!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Islâmicos vão fuder (já estão fudendo, vide atentado em Berlim e farra de estupros na época do último Natal) aquele país com aquela frouxa da Angela Merkel...É o país que mais recebeu e recebe muslins na Europa.

      Excluir
    2. Pilhado, não sei... Cada um deve decidir por si.

      Uma colega de faculdade de minha esposa mudou-se para Berlin a uns meses. O cara arrumou um emprego lá pela empresa e foi transferido. Ele também é da TI.

      Bem, só posso falar por mim, mas eu iria.

      Excluir
    3. A Merkel não é frouxa... Ela sabe o que faz. É tipo a Dilma, uma comunista.

      Excluir
  5. Olá CF,
    Bom que você trabalha numa coisa que você gosta.

    Segurança é uma das coisas essenciais que precisamos. Pena que aqui no Brasil não tem.

    Abraços.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Segurança é vital pra qualidade de vida e até produtividade nos business. Imagine abrir uma loja e ser assaltado por um vadio imundo... Não dá pra aguentar uma vida assim. Brasil, só com muito dinheiro.

      Excluir
  6. Que alegria te ver feliz meu amor, te admiro muito!

    ResponderExcluir
  7. É CF, muito bom trabalhar no que se gosta.
    O Mister Money Mustache tb gosta muito de carpintaria.
    Trabalha até de pedreiro e faz reformas tb.

    E olha que o cara era programador de alguma multinacional do Vale do Silício.

    Abraço!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Noções de carpintaria é quase que cultural nos USA, assim como trabalhar duro por o país ser mais capitalista. Curto muito isso. Aliás, aprendo muito através de canais de youtube americanos... Os caras são realmente bons. Meu "mentor" no ramo morou nos USA alguns anos e tem um modo diferente dos portugueses cutar os trabalhos, visivelmente mais prático e eficiente.

      Acho que esse negócio de "e olha que eu era tal coisa" vai me acompanhar pro resto da vida. A gente tem isso de achar que ramos menos físicos são superiores... Botei no lixo essa ideia. Nunca funcionou pra mim.

      Abraço!

      Excluir
    2. Valeu Frugal, tava louco atrás do site do Mr. Money Mustache.

      Confesso que sempre tive interesse pelo ofício da carpintaria. Alguma recomendação de como começar?

      Excluir
    3. Claro! Farei um post sobre isso em breve. Fique ligado.

      Um abraço

      Excluir
  8. "Já queimei a perna em um compressor incandescente, a cortei." Não entendi.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. PS, compressor é uma máquina que serve pra assoprar ar através de um tubo, e dá pra usar com varias ferramentas, como por exemplo uma pistola de pregos. Alguns trabalham com óleo e esquentam pra caramba... Dessa vez vou ficar com uma cicatriz eheh.

      Excluir
  9. Boa CF!

    Você saiu da zona da reclamação e foi a luta.

    Se você esta feliz assim, muito melhor.

    Abraço

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não dá pra parar nunca. Odeio minha versão vitimista e fracassada. Se eu não estou feliz, cabe a mim mudar, custe o que custar.

      Grande abraço

      Excluir
  10. Que sonho CF!! haha
    e parabéns pela nova profissão.

    ResponderExcluir