sábado, 13 de maio de 2017

O papa argentino e o Grinch

Post rápido, sem enrolar com o que quase todo mundo sabe que anda acontecendo no mundo.
 
Em uma realidade onde o ateísmo baseado em cientificismo, niilismo e estímulo à condutas revolucionárias, além da ameaça do islã, o papa Francisco tem prestado enormes desserviços à Igreja Católica (e ao mundo livre), instituição que já salvou a civilização da escravidão tantas vezes.
 
Hoje ele está em Portugal por ocasião da romaria onde os fieis afirmam que Fátima apareceu para duas crianças como milagre. Como não podia deixar de ser, aproveitando o palanque político ante uma multidão de pessoas sem muito discernimento sobre certas opiniões, ele aproveitou para disparar diversas das suas esquerdices.
 
(link)
 
Este papa segue, de um modo ou de outro, a teologia da libertação. Ideologia latino-americana desenvolvida dentro da igreja com cunho comunista. A ideia desta gente é acusar a disparidade entre os homens como causa do sofrimento e retratar jesus como uma espécie de mártir socialista.
 
Ao pregar que a instituição católica deve ser pobre, e a favor da livre imigração de terroristas islâmicos (inimigos declarados da liberdade religiosa), o papa pode até preencher o ego dos admiradores da doutrina do ciúmes, mas acaba por enfraquecer cada vez mais o poder político da Igreja frente às relações de poder que se apresentam na atualidade.
 
Lembro de uma crítica ao conto de natal do Grinch que ouvi certa vez, dizendo que o mesmo ao se arrepender no final, ajudou todo mundo, deu presentes e etc, mas só pode fazê-lo por ser uma pessoa rica. Caso contrário seria apenas um pobre arrependido que não ia poder fazer muito pelos outros.
 
 
 
 
Não é hoje nem amanhã que a Igreja Católica vai ser destruída, mas provavelmente pouco a pouco através das próximas décadas, infiltrada e corroída por dentro por pessoas de moral duvidosa.

Deixa eu dizer uma coisa sobre "ser pobre nos meios e rica no amor". A despeito do mau ambiente que cresci, minha família era assim, e lhes garanto, não se chega muito longe num ambiente assim.

 

29 comentários:

  1. A igreja católica salvou o mundo?
    Diz aí o que você tem bebido ultimamente...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Passei a última década estudando e revendo minhas opiniões pra poder afirmar isso.

      Excluir
    2. Esse anon deve ser aqueles ateuzinhos de facebook que reclamam dos parentes que falam "Amém" e "Graças a Deus".

      Faz uma comparação cultural entre a civilização judaico cristã ocidental, e o Oriente Médio, pra você entender do que o CF está falando.

      De resto, CF, na mosca como sempre.

      Recentemente ouvi até falar que estavam sendo permitidas cerimônias religiosas de muçulmanos dentro do próprio VATICANO, com a permissão desse papa. É o cúmulo, já pensou se fosse o contrário, uma missa cristã sendo realizada em Meca? Jamais aconteria.

      -Mark

      Excluir
    3. Olá Mark, não duvido disso pois esse papa é perigoso. Vi um vídeo onde os muçulmanos obstruem as calçadas para resar varias vezes por dia, para exigir que o governo lhes pague uma mesquita. Os italianos da cidades estavam putos, e um ainda disse que cristãos na terra dos muçulmanos era morta e jamais deixariam construir uma igreja lá. O que tem ocorrido na Europa é espantoso.

      Excluir
    4. Engano seu, não sou ateu, sou católico de batismo! Mas não destorço os fatos e prezo muito por minhas faculdades mentais.

      Excluir
  2. Gosto de ver fracassados julgando os vitoriosos. A mídia inteira irá dar destaque ao seu pensamento, ao do Papa ninguém dará atenção.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sua ironia é desnecessária, amigo. Não espero que a Mídia dê atenção a nada útil, e é uma pena que você espere.

      Excluir
    2. https://m.youtube.com/watch?v=02WTlAsPcGs

      Excluir
  3. CF,

    Bom dia de sábado.

    Sobre o assunto: você já leu o livro "Como a Igreja Católica criou a civilização ocidental" de Tom Woods? Se sim, gostou e indicaria?

    Abraço!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Magrão, não conheço este livro, mas se não me engano vi o Rodrigo Constantino comentar sobre ele. Tem muita coisa sobre o assunto que ainda quero estudar.
      Hoje mesmo ouvi um discurso do grande Theodore Roosevelt criticando o pagamento de resgate a povos muçulmanos que escravisavam europeus ainda no final de 1800, e isso só acabou quando, no caso a França entrou de sola com pólvora no local citado.

      Excluir
  4. É como dizem, né? Todo esquerdista é alienado, mas nem todo alienado é esquerdista.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Apenas um singelo fato comprovado pelo post. Embora o Zorra seja mais sério do que o texto, não foi de lá que a conclusão óbvia saiu não.

      Excluir
    2. Refutação que é bom, nada. Esse Anon só sabe cagar no tabuleiro.

      Excluir
  5. Enquanto João Paulo II lutou contra o comunismo, olha o que se tem agora. Só podia ter vindo da América Latina.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. João Paulo II foi mesmo um grande homem.

      Excluir
    2. "Só podia ter vindo da América Latina" - falou tudo!

      Excluir
  6. Salve, CF! Esse Papa é muito decepcionante e a mídia ainda fica dizendo: "melhor Papa", justamente porque ele faz um desserviço para a Igreja. Só não passei a frequentar a Igreja Ortodoxa porque não há nenhuma perto da minha casa.

    Abraços!

    ResponderExcluir
  7. Quando criança eu achava que os padres eram estudiosos e tinham cultura erudita, mas ao longo da vida conheci padres trouxas que com medo de ser mal vistos na comunidade seguiam o politicamente correto e falavam baboseira sem sentido. Claro que tem alguns muito estudiosos e com bolas, mas muitos também são marxistas.

    O padre da paróquia perto da minha casa ai no Brasil foi da teologia da libertação, por isso eu não confiava nele como ministro da fé. O que substituiu ele mais tarde elogiou o papa Francisco e disse que, por ele ser latino-americano, conhecia a pobreza e o sofrimento, diferente dos outros papas.
    Pensei no que os papas europeus passaram ao longo da vida, principalmemte os últimos, que passaram fome, miséria e por guerras, e tive de ignora-lo também. Os católicos brasileiros estão praticamente abandonados. Ainda bem que ainda tem gente como o padre Paulo Ricardo pra ensinar coisas úteis, e não só esses bastardos que aparecem na TV pra cantar e falar bobagem politicamente correta.

    ResponderExcluir
  8. Tá complicado... Teoricamente o Papa Francisco tá lá sendo o Chefe Supremo da Igreja e foi escolhido pelos outros bispos pra representar a Igreja. Na minha humilde opinião ele é progressista demais, sem bolas demais. Mas isso é só minha opinião de besta. Com certeza eles lá sabem muita coisa q eu não sei. Se escolheram o Francisco pra ser o Papa, quem sou eu pra questionar?

    Aí fica nesse dilema: ele foi o escolhido por outros bispos, mas eu não concordo com muitas das atitudes dele. E aí? Como q fico, como católico?

    PS: vc viu o filme Hacksaw Ridge (Até o último homem, em pt-br)? Me recomendaram, assisti uns 20 min e tô achando sensacional. E olha q nem começou ainda. Se não viu, recomendo mesmo sem ter visto. Acho q vc vai gostar.

    Abraço!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ola Thiago, não acredito em santos... Nisso discordo da Igreja. Não acho que ninguém no mundo seja melhor que eu. Sei que soa protestante, mas é o que penso.

      Não sou católico, me considero um agnóstico, porém admiro a Igreja Católica como instituição política e suas ações ao longo da história.

      Não gosto de democracia, por mais que os cardeais sejam pessoas qualificadas como se supõe. A Igreja é poderosa e certamente não escolhem alguém pela beleza dos olhos. Acho que existe um forte movimento de renovação da instituição que está perdendo fieis, e pessoas ruins se aproveitaram disso. Sei que tem regras na Igreja que ainda não estudei, por isso não posso lhe recomendar nada, mas tem muita coisa que não engulo.

      Ainda não vi o filme mas admiro o trabalho do Mel Gibson.

      Excluir
  9. CF, meu caro!

    Disponibilize JÁ a assinatura dos seus posts via e-mail...Cheguei até aqui via os relacionados do Mobral, e lendo alguns posts antigos seus (e vendo que posta com certa frequência tbm), seu blog é mais um que terei o prazer de seguir da nossa blogosfera financeira.

    Porém como leio vários, fica inviável adicionar todos nos favoritos e abrir um por um todo dia pra ver se tem post novo rs, aí que a ferramenta de assinar por e-mail não faz nós leitores perdemos nenhum post. Grande abraço!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu uso um site chamado The Old Reader (theoldreader.com). Nele vc coloca os blogs q vc gosta e ele vai guardando os posts à medida em que saem. Talvez vc goste.

      Excluir
    2. Olá, habilitei um gadget ali no canto, por favor teste e me diga se deu certo. Obrigado, um abraço!

      Excluir
    3. Deu certo CF, já me inscrevi na sua newsletter! Obrigado tbm ao anon pela dica, que estou vendo aqui nesse momento...Abraços!

      Excluir
  10. Os ateus costumam ser mais ricos e inteligentes que as pessoas que seguem alguma religião. Bill Gates, Warren Buffet, Steve Jobs e outros bilionários são ateus.

    Se os católicos estudam pouco isso não é culpa dos ateístas.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Isso é discutível pois eu só conheço ateu burro e pobre. Eu era um e muitos dos meus amigos ainda são.

      Os três caras que você citou foram criados como judeus. Porque não cita os milhões e milhões de comunistas miseráveis como exemplo de ateus?

      Quase todo mundo estuda pouco, e faz pouco na vida. Principalmente do que é útil para ficar rico e se tornar inteligente. Os poucos que o fazem,como é o caso dos citados geralmente se dão bem.

      Excluir
    2. O que mais tem no mundo é ateu ignorante-Toddynho...

      Excluir