domingo, 18 de outubro de 2015

FGTS, o lixo.

Ser empregado é uma verdadeira maldição. Ser punido diariamente com chicotadas e saber que o setor público ineficiente e corrupto blindado grevista paga melhor traz muita insatisfação ao brasileiro. Como se isto não bastasse, sabemos que os pobres pagam mais impostos em seu salário, e a poupança forçada chamada FGTS é um cúmulo. Assistam a este vídeo onde se compara o "desrendimento" do FGTS com qualquer outro investimento.

Detalhe para a escolha de ações de uma boa empresa (AMBEV).




Eu mesmo já cometi o erro de achar que fazia alguma diferença ter um salário alto em carteira. O que importa é quanto cai no seu bolso depois dos impostos, estando escrito ou não. Quanto maior for a quantia escrita ali, mais impostos você e seu patrão pagam.

Você pode acabar sendo empregado uma vida inteira tanto por motivo de necessidade quanto por comodidade se seu emprego supre suas demandas, porém o natural é (ou deveria ser) você ser empregado enquanto precisa ser, para juntar dinheiro, aprender. Depois empreender. Abrir seu negócio, ou mesmo ter rendimentos para complementar sua renda de empregado.

Estude ao máximo sobre o funcionamento de investimentos e de como escapar dos impostos, faça cursos online, converse com pessoas, vá no Sebrae, faça qualquer coisa para um dia deixar que este lixo de carteira de trabalho diga quanto dinheiro você faz.

CF

19 comentários:

  1. Fala conhecimento financeiro.
    Para escapar de imposto no Brasil é bem difícil KKK
    O manual de investimento dos frugais tem algumas artimanhas.
    Fugir de passivo principalmente casas grande, carros caros etc
    Auferir poupança desde cedo , quanto mais novo melhor.
    Estudar investimentos, funcionamento do mercado financeiro a fundo, neste estágio você já percebe toda pilantragens do corporativismo&governo.
    Entender de contabilidade principalmente das leis do setor de atuação!
    com este conhecimento em mãos conseguimos entender como funciona elisão fiscal o que é totalmente lícito ou seja legal.
    A questão sempre foi que a escola, mídia, governo , cultura de massa etc não tem interesse algum em difundir este tipo de conhecimento ensinando como as coisas funcionam na prática.
    Só aprendemos isso metendo as caras em livros estudando todo funcionamento da macroeconomia consequentemente do sistema aonde estamos inseridos.
    Trabalho algum no Brasil deve ser encarado como meio de vida, pois não existe estabilidade.
    Este pessoal que presta concurso pensando que vai ter mamata o resto da vida, não sabe o que lhe aguarda daqui para frente , principalmente com a divida pública aumentando.
    O trabalho tem que ser encarado como meio de sobrevivência! O que vai ditar a qualidade de vida: Estudo, conhecimento, poupança, investimento e finalmente colheita exatamente nesta ordem.
    Estudar para enfiar o rabo em uma repartição público ou trabalhar para um corporativista são meio e não fins.
    Acredito que a maior parte das pessoas quer liberdade financeira, porem liberdade financeira sem investimento não existe.
    De tal modo que sem investimentos estaremos sempre dependendo do governo ou de uma empresa para nos pagar ordenado do mês.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Já escolhi junto à minha esposa o setor em que vamos abrir nossa empresa e as questões referentes à contabilidade e elisão foram a primeira coisa em que levamos em consideração. Porém vamos ver como funcionará em nosso próximo país.
      O governo brasileiro é inimigo das pequenas empresas.

      Excluir
  2. Por isso não me aguarrei exclusivamente no serviço público, investi e continuo investindo em casas de aluguel. E como faço tudo na base da informalidade, economizo muito com impostos e taxas. Odeio burocracia.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É admirável a maneira como você se especializou a fazer. Não pagar impostos é uma das chaves para se ficar rico.

      Excluir
  3. Realmente triste ser OBRIGADO a pagar essa merda e ver o seu dinheiro ser administrado da pior maneira possível.
    Com os investimentos certos dava para se aposentar anos antes.
    Já pensei em infinitos modos pra dar tentar salvar essa grana e acho que criei uma boa estratégia que vou compartilhar com você! talvez eu até venha a fazer um post sobre isso!

    É o seguinte C.F. você utiliza o dinheiro para comprar o seu ÚNICO e imóvel, não pode usar pra comprar outros caso já tenha 1 em seu nome. Faça uma pesquisa e compre em algum lugar onde você apostaria que vai ocorrer uma valorização. 5 anos depois você vende e usa o dinheiro da venda para comprar outro em menos de 6 meses acrescidos do valor que você juntou de FGTS, desse modo você EVITA IMPOSTOS sobre o ganho de capital na transação do imóvel e acumula o ganho real, e ainda evita a desvalorização do FGTS.

    Repetindo esse ciclo, de maneira sábia, você acabará em uma cobertura de 400m2 em um bairro agradável como Jardins ou Itaim.

    Grande Abraçoo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Esta é uma ótima estratégia sim. Seja no imóvel que conseguir, o dinheiro está rendendo ao invés de sendo usado pelo governo.
      Se o FGTS fosse tão bom para o trabalhador, seria facultativo.

      Excluir
  4. Ótimo post C.F

    Eu sabia que o rendimento do FGTS era pífio mas não a este ponto que o rapaz do video citou. é melhor eu usar o meu o quanto antes.

    Obrigado

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É uma ofensa ao próprio povo e ao capitalismo sequestrar propriedade das pessoas e nem sequer pagar a inflação em cima. Somos escravos neste país fodido.
      Use o seu assim que puder!
      Abraço

      Excluir
  5. Não vi o vídeo pois estou no trabalho, mas a correção do FGTS com base na TR era OK durante a década de 90, pois a TR estava pau a pau com a inflação.

    O problema é que em 1999/2000 o Conselho Monetário Nacional mudou a metodologia de cálculo da TR, que passou a ser inútil para fins de correção monetária, pois a TR só apanha da inflação desde então, ou seja, é dinheiro que perde valor a cada mês.

    A partir de então o FGTS deixou de ser um instrumento de proteção ao trabalhador e virou dinheiro barato para financiar as atividades governamentais.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Isso mesmo. A TR tem um fator diminuidor inventado em seu cálculo que só ferra o trabalhador.

      Excluir
  6. Ola C.F.
    A unica coisa 'boa' do FGTS é que se for mandado embora, paga-se 60% do valor depositado. Serve como uma segurança em caso de perda de emprego.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não paga tudo?
      Cara, discordo disso de "segurança". Se fosse bom, seria facultativo. Cada um deve ser responsável pelo seu dinheiro. Não tem nada de bom em deixar parte do seu salário em uma conta que não rende nada.

      Excluir
  7. E o meu caso amigo CF: Tenho uns R$ 45.000,00 de FGTS (não rende nem o valor de poupança), e simplesmente não posso usar por já ter um imóvel em meu nome ... É muito burocrático. Abraço

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que droga. 45k parados se desvalorizando dia a dia.

      Excluir
    2. Acho que se for imóvel em outra cidade você pode sacar.

      Excluir
  8. O governo podia pelo menos deixar a nossa grana no tesouro direto, tipo em lft.

    ResponderExcluir
  9. CF,

    Parabéns pelo post! Não apenas o FGTS é um lixo total como a própria CLT. Como diz um colega, se a lei trabalhista fosse boa para o funcionário ela já teria acabado faz tempo!

    Li também as suas postagens anteriores e gostei bastante do conteúdo do blog.

    Abraços.

    ResponderExcluir