segunda-feira, 23 de novembro de 2015

O prejuízo que levei com a venda de um Tablet

Em 2013 estava sem computador e surgiu uma promoção muito boa de um Tablet bastante bom na época, o Galaxy Tab 3 da Samsung. Saiu coisa de 460 reais, na época bem barato... Usei bastante pois onde morava aproveitava um Wi-Fi grátis e podia conversar com os amigos e família (foi a época em que poupava 90% do salário).

O tempo passou e ele foi parar em uma gaveta... Estava hesitando em vender pois os preços caíram muito e eu ainda vislumbrava seu uso, até que surgiu uma proposta de um colega de trabalho (chato pra caralho, diga-se) de R$ 250,00 em 2x. O cara queria comprar para o filho, um pentelho que tinha estragado seu Tablet Ching Ling anterior pois ficava o dia inteiro jogando. De certa forma eu sabia que algum problema iria aparecer, mas acabei vendendo.

Dias depois o cara começou a reclamar que a bateria acabava rápido demais (jogar gasta bateria rápido). Mais um tempo, e o aparelho começara a "desligar sozinho". Mandei atualizar o que precisasse, ele o fez e parece que o problema foi sanado. Essas porcarias de softwares piratas lixos as vezes dão pau no Tablet, é normal.



Ouvindo ele falar.


Hoje o cidadão, com um sorrizão no rosto me aparece com o Tablet sem ligar, dizendo: "lembra que eu te disse que ele não estava ligando?". O aparelho simplesmente não liga... Deve ter caído no chão, apesar de não estar com o vidro quebrado, ou estar com problema na bateria, sei lá. Eu não quis me incomodar, pedi que trouxesse o carregador e eu lhe devolveria o dinheiro. Vou ver se tem arrumação, se não tiver, foda-se.

A lição amigos, é: nunca venda nada para amigos, familiares e colegas de trabalho. Já viram o filme "Boiler Room" onde o trainee recebe o conselho de jamais vender para mulheres, pois elas ficam ligando e enchendo o saco porque o preço da ação caiu? Tem coisas que o dinheiro não paga, aliás, quero ser muito rico não pelo dinheiro, mas para não ter gente chata em volta.

Engraçado que antigamente, 25 reais me fariam ficar sem dormir. Hoje tomei 250 e não estou nem ai. Vou fazer algum bico pra recuperar a grana, apesar de duvidar que o Tablet não funcione.

Ano passado derrubei o celular de uma colega, também da Samsung, que estava carregando, pendurado em uma gaveta. Lá se foram 400 reais pra arrumar a tela daquela bosta, e pior que, eu paguei e quem chorou foi ela! Essas coisas são frágeis e qualquer coisa te dará prejuízo. O meu é um Nokia que já caiu várias vezes e só serve pra telefonar e mandar recados no WatsApp. Impressionante como as pessoas perdem dinheiro quebrando, perdendo e tendo o celular roubado.

Estou com menos tempo para postar, mas quero ainda esta semana tornar públicos os meus objetivos para 2016. Grande abraço.

34 comentários:

  1. Colegas de trabalho e parentes o que esperar? Isso que aconteceu é mais comum do que parece. Eu nunca mais conversaria com esse idiota ainda mais que produtos eletrônicos nas mãos de criança não funcionam em hipótese nenhuma.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Até vou conversar por que o ambiente de trabalho tem que ser saudável... Mas deu vontade de porrar ele haauhaua.
      Você está certo. O que esperar? Quem cometeu o erro fui eu.

      Excluir
  2. Pior que essas coisas acontecem mesmo com tablets.
    Tenho um nexus 7. Um belo dia, eu tava usando ele normal e em seguida desliguei. Desde então ele nunca mais ligou. Já abri, troquei a bateria, tentei altas tretas do youtube mas nada funciona. Morreu.

    ResponderExcluir
  3. Vendo só pelo Olx. Boto um preço baixo para não ter reclamação.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu finalmente me convenci. Quanto menos contato com o contador melhor. E não adianta querer preço "justo". Tem que vender rápido.

      Excluir
  4. Meu celular estava acabando a bateria rapidamente e tendo alguns travamentos repentinos.
    Eu já estava pesquisando a compra de um novo. Sabe oq fiz antes? Simplesmente troquei a bateria por uma nova. o celular ficou impecável. Sem travar e com bateria duradoura.
    Meu investimento na bateria foi de 140 reais, enquanto a compra de um celular novo sairia bem mais caro.
    Imaginei que a obsolescência programada fosse para a bateria dos celulares, e não dos aparelhos em si. Tanto eh que deve ser assim pois a tendência agora é impossibilitar a troca de bateria dos celulares.
    Foda esse "amigo" hein... Comprou de vc e quer garantia??
    Abraco

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É, o cara agiu meio de má fé. Certamente o pirralho ferrou o aparelho e ele quis se livrar. Não vou esquentar a cabeça.
      Meu celular tem que ser barato. Já derrubei 10 vezes hehe

      Excluir
  5. Nao sei o que e pior, parente ou colega de trabalho. Eu nunca mais fazia qualquer negocio com um cara desses

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Acho que no geral, parente é pior. Acho perigoso emprestar dinheiro pra parente, é praticamente suicídio. Se um parente precisar de dinheiro ou você dá ou não dá, mas não empreste. Colega de trabalho dá pra ignorar mais fácil.
      Fazer negócio com parente e amigo quase sempre dá errado por que as pessoas relevam a importância de um contrato. Na minha família mesmo já deu merda e conheço mais umas 10 histórias exatamente iguais.

      Excluir
  6. Não vender para amigos/ conhecidos e parentes e fato. Querem comprar barato pois te conhecem, dai querem que funcione como um novo.
    Nunca negocio nada, nem empresto dinheiro para parentes amigos.
    Pois no final você acaba perdendo o parente e o dinheiro.

    ResponderExcluir
  7. é fodaa!
    esse tipo de situação é sempre desapontadora mesmo CF, mas é como você disse, bola pra frente!
    Vou ver se assisto Boiler Room, vale a pena?
    "aliás, quero ser muito rico não pelo dinheiro, mas para não ter gente chata em volta."
    haha essa frase foi demais!

    Grande abraço!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Vale sim, o filme é muito legal.
      Não dá pra esquentar, ambiente de pobre é assim.

      Excluir
  8. CF,

    Que merda toda essa história. Também já tive muito prejuízo nesse mesmo estilo que o seu.
    O máximo que eu faço é vender algo e dizer que na verdade é um "amigo meu" que tá vendendo kkkkkkkkk.

    Abraço e espero que pelo menos tudo isso tenha servido pra aprender uma lição!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Serviu com certeza. Já vendi perfumes pra colegas de trabalho e também ficaram enchendo o saco. Nunca mais.

      Excluir
  9. Eu já derrubei o notebook de um "amigo", nem amigo era, mas o cara tinha trazido pra eu formatar, aí acabou deslizando da minha mão, e a porra da tela quebrou, ia sair uns 400 conto pra arrumar aquela bosta. No fim das contas paguei 100 conto pro cara e dei um migué, ainda bem que o traste mudou de cidade e nunca mais enxeu o saco.

    ResponderExcluir
  10. Fala CF. Pense que voce comprou sua "paz e tranquilidade" por 250. Nao conheco esta pessoa, mas ja sei que nao e uma pessoa de carater. Voce deve ter lido meu caso da compra de um veiculo do meu chefe ... provavelmente tomarei de 500 a 1K de prejuizo na venda, pois tive q arrumar ele, afinal, nao ia passar uma bomba pra frente.

    Tambem evito negocio com colegas, ainda mais de trabalho, e nas casas voce ja sabe: Vendeu? Nao quero contato nenhum direto comigo, so atraves de intermediadores.

    Nossa paz vale muito mais que qualquer prejuizo, fiquei ate com raiva lendo seu post, que cara folgado cara, vontade de socar mesmo.

    Abraco

    Viverdeconstrucao

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pior é que hoje o cara trouxe o aparelho funcionando... Certamente é algo relacionado à bateria, acho que algum vírus ou aplicativo descarrega ela rápido.
      Também não quero contato quando construir e vender.

      Excluir
  11. Cara, isso ai realmente é uma merda. É tipo carro, uma vez vendi no particular e o cara começou a me ligar falando que o carro deu problema que isso e que aquilo e que não ligava. O imbecil deixou a porra do som ligado e arriou a bateria e ficava me ligando. As vezes tu prefere tomar um preju do que se estressar, nesse caso vender logo pra concessionaria. E esse lance de derrubar celular dos outros, brother o meu ta todo quebrado e eu tenho maior pena de comprar outro pq acho desperdicio de dinheiro e que prefiro por esse dinheiro na bolsa ai do nada tem q pagar pra um fdp que deixou o celular encostado de qualquer maneira e voce esbarrou.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É foda. A gente faz previsões e cálculos pra aportar ao máximo e acontecem essas coisas pra ferrar tudo.

      Excluir
  12. Que cara babaca. Ainda bem que você descobriu que ele é um babaca antes que ocorresse alguma transação mais séria.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Esse tipo de transação é tão simples que a gente nem se liga. Mas a verdade é que não dá pra ser assim. Tem idiotas demais no mundo kkk

      Excluir
  13. "quero ser muito rico não pelo dinheiro, mas para não ter gente chata em volta."

    Me identifiquei com você.
    Quero ter dinheiro suficiente para afastar muita gente da minha vida!

    Tenho um tablet tbm, eles desvalorizam muito rápido mesmo. O meu comprei com o intuito de ler livros em PDF, ele vai ser útil por muitos anos ainda.

    Abraço!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Comprei também com este intuito, mas acabei não me adaptando. Comecei a ler PDF só no PC.

      Excluir
  14. Tem gente que age de má fé mesmo, e por incível que pareça,os piores são os que estão em contato diário conosco.
    Mas diferente de você,eu estou na fase pão duro. Tive que comprar duas câmaras de ar para a bicicleta essa semana,no mesmo dia. $20 ;Engraçado o efeito psicológico dessas pequenas coisas.
    Foi o fim pra mim kk

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Cara já fui assim, mas acho que não vale a pena esquentar a cabeça com pouca grana.
      Claro, quem não cuida de pouco não cuida de muito também, mas não dá pra ficar maluco.

      Excluir
    2. Eu estou nessa fase. Só coloco créditos no celular quando a operadora ameaça cortar meu número ou quando me pagam a recarga, kkkkk...
      Tenho créditos vencidos, pois não os usei totalmente.

      Excluir
    3. Mas é isso, não devemos esquentar a cabeça por alguns trocados, não podemos nos privar de sair e tomar um sorvete, coisas assim.

      Excluir
  15. Meu celular comprei em 2012, mais de 3 anos já. Um galaxy y.
    Vou ficar com ele até parar de funcionar.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É como tem que ser, só comprar novo se estragar ou não servir mais.
      Existe uma ótima fórmula para testar isso: quando você precisar de algo, espere um mês para comprar. Se ainda precisar, espere mais um mês. kkkkkk

      Excluir
  16. Se eu vender algo usado funcionando eu não aceito jamais de volta.
    Quer garantia compra novo, usado tem dessas. No mercado pessoal n dá p fazer uma perícia e ver o q causou o dano (que deve ter sido mal uso), então usado (principalmente eletrônicos) é assim: Garantia até você sair da minha presença. Claro que se ele tbm n aceitasse eu n enfiaria a porrada nele por micharia, mas não aceitaria a falácia de "Parou de funcionar sem razão"

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pelo jeito o aparelho está funcionando. Quando disse para me devolver ele nunca mais tocou no assunto. Agora não tem mais "garantia"...

      Excluir