sábado, 14 de novembro de 2015

Recebimento do imposto de renda

Recebi a devolução do imposto de renda que me fora roubada durante o último ano. Ainda bem que não houve maiores problemas. No próximo ano terei que declarar minha saída do país e me tornarei investidor off shore com a grana que vou deixar aqui. Preciso consultar um bom contador e a receita pra aprender os tramites.

Situação da Restituição: Creditada

Como nunca conto com essa grana, ela será muito bem vinda para reforma do meu kitnet.

Foda-se o estado.

Agora é continuar trabalhando porque os 40 milhões que vivem de assistencialismo no Brasil não podem ser declarados como dependentes... Grande abraço e bons lucros.

15 comentários:

  1. Ainda bem que voce restituiu e nao teve problemas. Eu tive de pagar um adicional de R$3.600,00 para o Leão - e isso dá um sentimento de estar sendo roubado. Principalmente porque nao recebemos nenhum serviço de volta por parte do governo. A sua decisao de sair do pais é muito legal e torço para que voce tenha sucesso no seu plano.

    Um grande abraço.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ainda ter que pagar esse estado vagabundo é uma dor enorme. Eu que tive a oportunidade de passar um tempo fora já sabia das diferenças, mas tive depressão quando voltei.
      Obrigado pelos votos. Vai dar certo!

      Excluir
  2. So de nao ter que pagar mais dinheiro ao estado, voce ja pode ficar satisfeito.

    Ainda nao desisti do pais, continuarei por aqui, mas a cada vez fica mais dificil e inviavel economicamente.

    O que desanima e ver que muita gente vive de "Bolsa Dilma" e ao final somos nos que pagaremos a conta.

    Abraco

    VDC

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Também não desisti, apesar do projeto de ir embora. Quando gente como você desiste o país acaba, e acho que o Brasil tem chance.
      Essa gente é um câncer que destrói qualquer país. Hoje ninguém é bobo e esses comunistas sabem que isso dá merda em qualquer lugar.
      Eu penso que nem 1% dos que recebe "ajuda" realmente precisa. Quem quer, corre atrás e faz.

      Excluir
    2. Concordo CF ... Aqui no meu estado, por exemplo, já descobriram casos de gente que chegava de carrão mesmo, as "madames", e iam lá sacar o bolsa família ... Ou seja, sempre tem aqueles que ganham sem precisar.

      Sinceramente, podia dividir o país em dois, sendo que o lado do "Bolsa Dilma" pagaria a conta deles, e o lado do trabalho proveria mais recursos, crédito mais barato e mais assistência àqueles que querem trabalhar.

      Excluir
    3. Democracia é uma bosta... Quanto menor mais fácil de administrar. Essa é a merda de viver no Brasil. E o pior de tudo é que tem todo tipo de bolivariano, muçulmano e gente da PQP que ganha assistencialismo e sobrecarrega serviços públicos e não paga 1 centavo de imposto.
      Vamos em frente.

      Excluir
  3. Muito legal, mas o verbo haver não é simpático ao "houveram problemas".
    Como diria aquele cara do fantástico isso não ecsiste.

    ResponderExcluir
  4. Esse foi o primeiro ano que recebi restituição. Como eu trabalha em duas empresas oque não descontava na fonte ia na declaração. Ano que vem vou a forra.

    ResponderExcluir
  5. CF,

    Quando recebi minha parte também fiquei feliz. Era um dinheiro que não esperava e caiu feito uma luva.
    Caiu quanto pra vc? Vai dar uma turbinada nos aportes ou vai tudo pra reforma?

    Abraço!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Cara recebi mil e poucos reais... Por enquanto está na conta corrente, vou deixar ela líquida pra reforma. Este será mais um mês sem aporte em produtos financeiros.
      Grande abraço.

      Excluir
  6. Talvez pode ser melhor receber um valor na carteira que não pague ir e o restante por fora, se a pessoa realmente for investir a grana, vale a pena.
    Não sei se pode haver desconfiança por parte do governo no aumento do patrimônio da pessoa...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Vale a pena sim, LM. Tanto pro empregado, quanto pro patrão, que joga menos dinheiro no lixo através do pagamento de imposto.
      Não tem problema com o governo, você tem algum custo de vida, certo? Você vive ao máximo com esse dinheiro não declarado e aporta o outro.

      Excluir
    2. Minha esposa é engenheira e dificilmente alguém vai lhe pagar o piso. Aí inventaram um cargo qualquer e dão uma parte do salário por fora da carteira... Isso é bem comum.

      Excluir