quinta-feira, 16 de fevereiro de 2017

Permissão de residência na Europa

Ontem o Investidor Livre nos revelou em seu blog que está de passagem comprada para os USA (melhor país do mundo), presumo eu para embarcar em uma aventura de estudos ou passeio cultural.
 
Tormentor of the leftists
 

Aqui na blogsfera vemos pessoas mostrando seu patrimônio de modo estimulante e seus conhecimentos (as vezes nem tanto) não só de finanças mas de outras instâncias da vida, mas também expondo seus sonhos, frustrações, medos, e perspectivas, que soam mais ou menos realistas de acordo com o modo de escrita e experiência de vida que o blogueiro demonstra.
 
Acredito que o principal motivo das pessoas visitarem nossos blogs é por curiosidade sobre a vida alheia. Não que seja algo ruim, não é como assistir aquelas porcarias de reality shows e novelas, e sim pra através de comparações e observação, visualizarmos degraus na escada da vida. O cara pensa: "ah, então investir em tal coisa rende mais que deixar dinheiro na poupança" ou "Estou passando por uma situação parecida e acho que devo ter essa postura no meu trabalho também", ou ainda criticam por ver as questões de modo diferente, e quando não é puro "haterismo" a discussão tende a somar por apresentar novas visões.
 
Não raro vemos pirralhos falando que nada deu certo em sua vida, não nasceram em berço de ouro e por isso tudo está acabado. Estes devem ser ignorados, pois sentem pena de si mesmos e esse é o caminho inverso do sucesso. Sei que é normal usarmos este espaço pra externar nossa raiva de situações absurdas kafkanianas da vida, mas acredite, fora isso, reclamar não ajuda em nada e mesmo este bem estar de ter reclamado é a mais pura ilusão. Se você faz isso dos 25 anos pra frente, suas chances vão pra perto de zero.
 
A despeito de eu mesmo ter me sentido fortemente desanimado pela primeira vez na vida (quase depressão) provavelmente pela pressão da mudança no ano passado, sempre advoguei que os limites da vida estão quase todos no cérebro humano.
 
Qual é seu objetivo? O que precisa pra chegar lá? Decomponha este objetivo em centenas de pequenas metas e as cumpra dia após dia. Se afaste dos fracassados, ande só com gente fera. Não existe promessa de chegar lá, mas este é o único modo.
 
Vou dar um exemplo hipotético: Um cara quer comprar uma casa e faz 1500 reais de salário por mês. Olha no jornal e só encontra casas de 300k pra cima, pergunta sobre financiamento na financeira da esquina, aluga um apartamento dividido com amigos festeiros, pensa que nunca vai chegar lá e gasta R$ 200,00 no cartão no fim de semana em cerveja ruim, depois vai pra internet reclamar da vida e fazer maratona de seriados. Game over.
 
Aí outro cara na mesma situação estuda tudo o que consegue sobre imóveis, financiamento e construção, conversa com 50 pessoas do ramo, visita 500 apartamentos, vai à leilões, se concentra no trabalho pra ganhar mais, compra um livro por ano pra não morrer burro e mora com os pais pra poupar todo o dinheiro que puder. Este cara em 5 anos está com seu primeiro imóvel quitado, e aumenta o aporte do aluguel que recebe ou deixaria de pagar.
 
É fácil vir aqui e regurgitar frases bonitas e estimulantes quando se está bem de vida, e dificil de ter fé  (também no sentido religioso) quando tudo está uma bosta, mas minha própria história me ensinou que persistência, resiliência, DISCIPLINA EXTREMA e coragem são peças chave pra se chegar em algum lugar na vida.
 
Se esses caras tivessem se vitimizado
a Europa teria perdido a 800 anos.
 
 
Não vou pedar com minha história. Todos passam dificuldades, as vezes até fome. Surpresa: isso faz parte da vida. Estou um pouco de saco cheio do blog e por isso posto menos. Ao invés dos posts estou elaborando um livro com minha história no empreendedorismo com dicas que eu gostaria de ter tido (nem adianta me pedirem hehe). Faça o mesmo com algo que tem conhecimento e crie um produto. Provavelmente não vai dar certo mas é melhor que acordar e ter os dias exatamente iguais até ficar velho sem ter criado nada. E por se não der certo você vai adaptar ou bolar outra coisa.
 
Esses caras que dão cursos e hoje são famosos começaram discutindo em fóruns de internet e lendo livros, e montando algum produto pra vender pro resto.

Meus ídolos  (sim, tenho ídolos) quase todos saíram da merda, e com ou sem sorte fizeram a parte deles. Por isso não leio livros de negócios de gente que nunca foi pobre, pois eles praticamente não ensinam nada e só se autopromovem.

Jamais sinta pena de si mesmo. Vá melhorando 0,1% ao dia que é que nem juros compostos. Esses caras feras em suas áreas ficaram feras assim.
 
Assim como o Viver de Construção e o Viver de Dividendos, que contam como ralaram pra chegar longe (um tem um excelente cargo bem remunerado e viaja o mundo na multinacional, outro é empresário e controla sua empresa de sua casa na Alemanha), além de outros exemplos, nós também devemos ir além.
 
Este mês recebi minha permissão de residência para ficar 5 anos na Europa. Dentre toda a sorte que tive (acertei timings incríveis e fui muito ajudado por pessoas no processo) eu ralei. Ralei pra conseguir isso. Acho que ralei como ninguém pois como contei em outro momento este foi meu principal objetivo de vida e motivo da criação deste blog (me manter estimulado juntando dinheiro - no fim o objetivo deu certo anos antes do esperado) e lá se vão 10 anos desde que comecei a revirar o escritório empoeirado do meu avô de modo desesperado atrás do passaporte e documentos dos ancestrais dele e cartas de parentes portugueses que foram consumidas não sei por quem.
 
Cometi diversos erros durante a vida. Claro que nenhum que poderia ter me tirado de jogo, mas vários que me fizeram perder tempo e energia pois ricocheteei de um lado a outro por ter este grande objetivo, mas não desisti, até que minha mulher e família começaram a acreditar na imagem que idealizei pra mim mesmo.
 
 
 
 
Quando você tem um objetivo grande de longo prazo, sua vida as vezes parece não dar certo em nada. As vezes você não crescerá na carreira por exemplo, pois está focado em outra coisa. Tem que aprender a conviver com isso. As vezes penso que poderia ter me focado em concursos, feito MBAs, para certamente aumentar minhas chances em determinado sentido na vida, mas não dá pra ter tudo.
 
Muitas vezes fiquei balançado em optar por coisas que teriam me prendido no Brasil por mais tempo ou para sempre, como insistir na carreira ou financiar a casa própria, ou continuar no meu antigo emprego que até era perto de casa e bom pra juntar dinheiro. Esta é a questão, você deve perseguir seu objetivo com força tamanha que as decisões não te tirem do trilho.
 
Bem, em termos práticos a residência na Europa quer dizer que se um dia tiver filhos, eles serão europeus e terão a cidadania brasileira, ou seja, terão o dobro das chances que tive. Sinto que fiz minha parte. Que mudei a história da minha família pra melhor (longe de poder descansar). Melhorar as chances de nossas famílias é nossa obrigação e a maioria ainda pode contar com uns 50 anos de vida pra isso.
 
Sobre o tal processo de reagrupamento familiar, apesar de simples ele apresenta um problemão. Todo o tempo em que estiver esperando não terá permissão pra trabalhar, portanto ninguém vai poder dar emprego legalmente.
 
E agora? Acabo de escolher uma corretora para abrir conta. Obrigado a todos por suas recomendações!
 
 

17 comentários:

  1. Parabéns CF, faça seu patrimônio, trabalhe,curta a Europa(oq der ainda)..e futuramente abra uma empresa pra nós ajudar imigrar legalmente TB kkkkk
    Ps. Acorde os portuga pra ameaça da aliança amaldiçoado Islã + socialismo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Acordar os europeus sobre os perigos da esquerda e da ameaça islâmica é uma missão para a nossa e as próximas gerações.
      A empresa já tenho, só que se eu contratar alguém, quebro rsrs

      Excluir
  2. Legal, CF! Espero seguir seu exemplo um dia e criar colhões para sair do Brasil e viver num lugar melhor.

    Parabéns pela permissão de residência!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado Madruga. Você vai conseguir grandes coisas, seja o que for que quiser de verdade.
      Caralho to virando auto-ajuda aqui

      Excluir
  3. Olá Pessoa do Blog Verde

    Bom post, é de irritante a deprimente os blogs dos universitarios chorando. Pq nao tem pais ricos e os deles assistem TV no domingo, pq nao ganham carros e cargos em empresas. Teve um que foi o maior fracasso que li na vida, cara ganha 3k do pai e tinha 80k no banco, torrou toda a reserva com uma mulher maconheira e nao tem coragem de separar da esposinha drogada que nao trabalha. Ainda fala que "o pai da dinheiro mas nao da amor". Realmente o dinheiro só potencializa o que cada um é. Dar mesada pra lixo é queimar dinheiro.
    Particularmente ganho 2,5k de salario e tenho um patrimonio na casa dos 200k. Modo zumbi e aportes extremos.

    Essa molecadinha são uns eunucos, se uma gostosa que eles se acabam no banheiro aparecesse pelada na frente deles iam ficar nervosos e curtir mais se tratar que nem um merda nos foruns de losers do q aproveitar as oportunidades da vida.

    Anon bancário que usa Soccopa e Easynvest

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Bom,você parece estar trocando sofrimento agora por mais tranquilidade financeira no futuro, como eu também faço.

      Choramingar por não ter pais ricos é mesmo uma grande babaquice.

      Excluir
  4. Grande CF,

    Obrigado pela citação e parabéns por mais essa conquista na sua vida!

    Eu não sou um grande fã da Europa, para falar a verdade já vi alguns lugares aí que achei horríveis, uma velharia do caramba, porém, é claro que é melhor viver aí do que (sobre)viver no Bananão.

    Abraços!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. CF,

      Pois é, entre Europa e EUA não tem nem o que pensar:

      América DISPARADA na frente!

      Abraços.

      Excluir
  5. CF,


    Parabéns pela conquista.

    E esse seu post foi fantástico. É isso aí, o negócio é ser realista e positivo ao mesmo tempo, e não realista e negativo, ou apenas negativo.

    A vida está aí, não adianta se jogar ao chão para ficar chorando pela situação atual. O negócio é encarar a realidade, lutar, pois é apenas isso que podemos fazer. Melhor, como você bem disse, melhorar 0,1% ao dia. E quando olhar lá para frente, você se verá com conquistas, talvez até maiores do que imaginava.

    Sobre esse pessoal que adora o sofrimento. Acho que são assim não apenas por alimentar esse sentimento – esse apego ao sofrimento é consequência e expansão do problema -, mas porque têm problemas pessoais e familiares. Acredito que isso os faz se sentirem desamparados - embora um homem deva sempre lutar contra esses sentimentos; virilidade, rs!

    Mas no meu caso, no seu e de vários blogueiros também, há o apoio da família, há uma vida com bons relacionamentos com as pessoas mais próximas, e isso é essencial para nos mantermos firmes no campo de batalha da vida.

    Abraço!



    Anderson

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Você tem razão. Quase vim aqui falar mal da minha família, de como podiam ter me ajudado mais... Tudo balela. Fizeram mais do que deviam, é a verdade. Ó ideal de família é muito importante pra se construir e manter patrimônio.

      Em certo ponto da vida somos desacreditados por nossa própria família. Acredito que seja natural, naquele ponto onde deixamos a adolescência e estamos prontos pra bater as asas, os pais naturalmente tentam não perder seu controle sobre nossas vidas e criticar tudo como maneira de advertir sobre os perigos do mundo. Como muitos pais não tiveram sucesso, nós tendemos a questionar a validade do próprio ato de nos criticar. Hoje penso, pegue o que serve, ignore o que não serve e siga em frente sem odiar sua família. Eles fazem o melhor que podem. As vezes acertam e as vezes não, mas seu sucesso não depende unicamente deles.

      Excluir
  6. O que me desanima da EROPA sempre foi esta mania de socialismo de primeiro mundo, algo inconcebível para longo prazo.

    Não enxergo nenhum país da EUROPA como economias do futuro, basicamente boa parte da geração atual esta dilapidando o que foi construido em gerações anteriores.

    Porem em temas sócias ainda é melhor do que aqui:
    Violência, liberdade, educação etc etc

    Com dinheiro não precisa ficar preso a nenhuma país do mundo.

    Ta esquerdando & socializando pega seu dinheiro e joga em outro país.

    Tem muitos milionários com dinheiro espalhando pelo mundo inteiro.

    Mudando um pouco de assunto, você já abriu conta na corretora?

    Posta quais empresas vai escolher para sua carteira porque destas escolhas.

    Boa sorte em sua jornada.






    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Quem tem muito dinheiro geralmente faz isso o que você disse: Vive onde quer.
      Estou aqui pela qualidade de vida, principalmente segurança. Sem segurança não seria possível eu abrir meu negócio.
      Abri a conta!
      Posso postar, ainda não defini as empresas.

      Excluir
  7. Excelente texto CF e fico honrado de ser citado.

    Como sempre ressalto, você é um amigo que considero da Blogosfera, pois foi o primeiro a me abrir as portas no blogroll e comentar no meu blog.

    Um abraço e sucesso sempre!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Também considero você um amigo, virtual, mas um excelente amigo.
      Legal isso acontecer na blogosfera.

      Excluir
  8. Parabéns CF, vitória mais que merecida!!!

    ResponderExcluir