sexta-feira, 11 de março de 2016

Ficar rico investindo? Não seja idiota!


Este post é direcionado aos jovens blogueiros e visitantes pobres que por ventura entraram neste blog. Todos os investimentos tem suas qualidades e deve-se diversificar entre eles, mas nada é melhor que ter uma empresa e imóveis. Este é o resumo do post, se estiver interessado leia até o fim.

Vejamos quais premissas temos:

Você é pobre (- de 100k na em patrimônio);

Vive no Brasil e é empregado;
Já tem por volta de 30 anos;
Ganha mal;
Vai viver até os 70 anos.

Não é preciso fazer uma pesquisa profunda pra saber que 95% de quem está lendo este post se enquadra na situação acima. Até ai tudo bem.

O problema é a desinformação, e infelizmente aqui na blogsfera ela também impera.

Vamos direto ao mito número um na formação da riqueza: o da qualificação. Se qualificar para ganhar mais? Certo, mas se qualificar em que? Na sua profissão lixo saturada que você odeia? Certamente certo nível de qualificação é esperado para que você não morra de fome, mas se você pensa em estudar para trabalhar pra alguém e ter um salário maior, leia Pai Rico Pai Pobre pra cortar caminho.

Conhecimento Acadêmico vai te dar um emprego.
Conhecimento Financeiro vai te deixar rico.

Não sou especialista em nenhum tipo de investimento, mas o que sei é comprovado pela prática, para a maioria das pessoas. Já vi gente próxima de mim ficar rica da noite pro dia assim como vi ficar pobre.

A maioria aqui vive que nem pobre e aporta sonhando em ficar rico daqui a 30 anos. Tem preconceito com imóveis, não diversifica em moedas e nunca vai deixar de ser empregado.

O que me motivou a escrever este post foi uma conversa que tive com amigos sobre a profissão de ascensorista. Imagine você ficar 8 horas por dia dentro de um elevador apertando botões, para mim isto seria o inferno. Caramba, este trabalho seria bom para um adolescente fazer uma grana, mas nunca pra um adulto saudável! E tem muitas outras profissões assim (porteiro, peão de certos tipos de fábrica, etc (e a minha está inclusa pois apesar de ser "qualificada" paga mal no geral).

Minha profissão pode ser executada por qualquer macaco adolescente com alguns meses de treino, a diferença é que se gasta 4 anos estudando e um monte de dinheiro pra ter diploma e exercer ela. E aliás, a maioria é assim. Se quiser ganhar mais, tenho que fazer especializações e trabalhar 15 horas por dia. Esse tipo de estratégia até pode te tirar da corrida dos ratos, mas dificilmente deixar rico.

Infelizmente temos a cultura da comodidade e busca por segurança. Este tipo de fórmula é 100% segura. Pode ter a certeza absoluta que quem seguir vai acabar a vida dependendo da família e do governo se não levar uma vida de privações pra poupar e ter uma rendinha.

O que acontece é que a maioria das pessoas, na melhor das hipóteses, trabalha e no fim do mês aporta em algum investimento que vá lhe dar renda passiva, o que é excelente, mas não busca ganhos de capital, por medo ou desconhecimento.

O Kiyosaki fala disso toda hora. O Donald Trump e outros gurus também. Até o Bastter fala isso de certa forma no "Eu Quero Ser Rico": Nada é mais importante que o poder do aporte. Só que aportar pesado como empregado é para poucos, amigo.

Não tente ganhar dinheiro, tente fazer dinheiro.

Você pode fazer dinheiro com qualquer coisa, inclusive como empregado. Mas simplificando a questão, imóveis e negócios (empresas) são a chave para se ficar rico mais rápido.

O prêmio de risco é maior. Ponto.
Basta saber se esse risco é realmente alto demais pra você.

Ainda não abri meu negócio para falar com propriedade, mas a parte da blogsfera que acha que fazer dinheiro com imóveis é difícil está errada.  Qualquer parede de tijolos que você levantar passa a valer o dobro. Tem uma dúzia de maneiras de se investir no mercado imobiliário que qualquer um pode aprender.

Eu entendo o medo. Jamais vou esquecer uma coisa que minha mãe disse certa vez, quando tentei convencê-la a comprar um imóvel na planta, a vários anos atrás: "a gente tem tão pouco dinheiro que tem até medo de perder o que tem". Ouvir isso doeu e me marcou. E de uma maneira ou de outra, a maioria pobre é criada em um ambiente anticapitalista.

E se o empreendedor falhar, o que vai acontecer além de voltar a ser um empregado fodido? Esta é a pergunta de um milhão de dólares. Faça uma auto-análise. Você vai falhar por quê? Porque cometeu os mesmos erros de quem falhou.

Para mim os outros investimentos tradicionais servem para remunerar seu patrimônio enquanto você acha oportunidades em imóveis e empresas, enquanto não tiver um montante considerável que faça o principal render brutalmente. Quando tiver dinheiro, conhecimento e coragem suficiente se deve empreender e adquirir ativos reais. Nada vai lhe trazer mais ganhos de capital.

Falaremos disso de maneira mais específica à frente no blog.

-------------------------------------------

Os golpes duros que os comunistas do PT estão levando tem levado a resultados positivos para a bolsa e baixado o Dólar/Euro. Como acredito que a economia do país está destroçada (além de precisar de Euros) tenho comprado bastante, pois acho que o real vai continuar perdendo valor com ou sem Lula na cadeia.


28 comentários:

  1. Certíssimo em todos os pontos C.F.

    Existem ainda muitas malandragens que o pobre não procura saber. Como por exemplo a venda de imóveis na planta. Sabia que quanto mais você compra unidades de um empreendimento maior será o seu desconto? Ninguém fala isso e provavelmente nem o corretor saberá te informar e quem sabe ainda tentará omitir as essas informações.

    AH mais é furada!

    Mas você sabia que é normal a construtora recomprar os imóveis depois de construido? E tem sortudo que consegue revender antes mesmo de construído, seja para própria construtora ou não?

    Tem um monte de malandro que enriquece dando só a entrada de imóveis na planta. Claro que há risco, mas é aquilo, quanto maior o risco, maior é o retorno financeiro.
    Antes mesmo de construído ele já tem seus imóveis pagos e tem bons lucros com os vendidos.

    Abraços

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não sabia isso do desconto e da recompra, mas faz todo o sentido. A construtora precisa do dinheiro dos investidores no começo da obra, mas quando ela está pronta o lucro é grande e pode valer a pena recomprar.
      A maioria das pessoas pobres é pobre por medo e preguiça. Um cara com algum dinheiro tem duas opções: continuar comprando papéis encaixotados da corretora ou do governo, ou "arriscar" em imóveis de variadas maneiras e ganhar muito dinheiro.

      Excluir
    2. Ola amigos. Permita-me, respeitosamente, discordar deste ponto em dois aspectos:

      Primeiro, sao raros os casos onde um investidor compraria mais de uma unidade num mesmo empreendimento (eu dificilmente compraria, diversificacao), e segundo que esta modalidade de comprar na planta e revender com lucro, passou, pelo menos agora, pois os precos de imoveis subiram (acompanhando IGPM) e muitos compradores perderam os empregos, e pela reducao do financiamento caixa muitos estao entregando e recebendo 80% do que pagaraam ... Vi pessoas que perderam todas as parcelas e entradas pagas e entraram na justiça)

      Abraco

      Excluir
    3. Você está certo se considerar o investidor amador e quem compra financiado. Para estes, esse tipo de investimento não está nos melhores dias (o mercado não está em tendência de alta). Porém é o investimento que quem tem dinheiro sobrando e compra cedo sempre vai lucrar muito não importa a crise, ou o país acabou.
      Nesta última semana tive acesso a propostas de investimento de imóveis em construção pelo país a fora. Chegaram a mim através de um amigo milionário (que já falei aqui no blog) que quer dicas para proteger o patrimônio. O negócio dos caras é arrumar um grupo de pessoas já com todo o dinheiro para comprar uma ou mais unidades que queira, construir e vender. Assim o risco é baixíssimo e o lucro é alto. Clássica estratégia da sociedade anônima.

      Excluir
    4. CF, hoje não vale a pena comprar na planta. Caia fora.

      Quer ganhar dinheiro mesmo tendo que fazer muito sacrifício? Construa vc mesmo, é lucro na certa, vá por mim. Na planta nem zoobotanico está ganhando.

      Excluir
  2. tenho um produto que me custa 21,72 e na compra consegui um desconto de 2,64 ficando por 19,08 vendo ele a 28 quase 45% de margem nessa compra consigo vender entorno de 100 por no 892 com investimento de 1908 . Onde , tirando acoes ,traria um lucro assim mesmo se considerarmos um custo de 50% ainda assim me da mais de 20% livre nesse único produto , eu acho quem tem educação financeira o processo de empreender fica mais fácil.
    Abraços

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Trabalhar com vendas é o melhor caminho para que alguém pobre saia da pobreza.

      Excluir
  3. Parabéns!!! Hoje eu posso ter um valor maior destinado a investimentos todo mês mas nem sempre foi assim. É possível acelerar o processo com alguns procedimentos. Eu, por exemplo, sempre procuro na OLX por terrenos ou imóveis que os próprios donos estão vendendo e tento comprar por preço abaixo do mercado (Isso agora na crise é muito fácil) e revendo. Só para ter uma ideia tinha um bairro aqui, na minha cidade, afastado do centro que ninguém dava nada por ele comprei em 2010 6 terrenos nesse bairro por R$14000,00 cada direto com a incorporadora hoje cada um vale mais de R$110.000,00 e olha que nem asfalto tem no bairro. Os que comprei ficam de frente para uma praça que será feita no futuro se isso acontecer o valor sobe mais ainda só esses terrenos me deram o muito. Quanto eu tinha quando comprei os terrenos? Dinheiro para pagar um deles à vista e os outros financiados com a incorporadora. Todo mês eu antecipava as prestações e em menos de 2 anos todos estavam quitados. Posso construir nesses terrenos e ganhar vendendo as casas em vez de vender os terrenos e é isso que farei no futuro. Dica: Procure um terreno que não seja caro, faça um construcard (caso não tenha muito dinheiro) e construa uma casa em meio terreno, venda só aí já terá seu dinheiro investido de volta com sobra para construir outra casa no outro meio terreno. Tem programas muito bons nesse assunto como reforma é lucro e um que tem dois irmãos mas não lembro o nome agora.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Quando vender meu kitnet vou construir em uns terrenos que possuo. Fiz o mesmo que você, comprei terrenos baratos, desmembrei e vendi com lucro. Infelizmente não construí em cima ou estaria rico.

      Excluir
  4. Excelente texto, o caminho e este mesmo.

    O trabalho (como empregado) nao lhe enriquece, o que enriquece e voce saber usar o valor que recebe em investimentos que gerem maior retorno ao longo do tempo, poupando.

    Eu ainda viverei somente das minhas construcoes ou um negocio meu, este e meu sonho, mas para isto preciso me preparar tendo um capital consideravel e seguro para, caso de errado, eu nao passe sufoco financeiro.

    As historias de gente que ficou rica que eu conheco de perto, foram de empreendedores mesmo, nao conheco ninguem que ficou rico no trabalho.

    Abraco

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Isso mesmo. Também estou me preparando para o dia que empreender, não ter que voltar a ser empregado caso não dê certo.
      Quem é empregado e não investir em negócios e imóveis vai continuar pobre por muito tempo.

      Excluir
  5. Excelente post, e um dos melhores que eu li recentemente... concordo completamente com vc...
    Um amigo meu, investidor, falou que se a antiga empresa dele pagasse 50 k por mês para ele voltar a trabalhar, mesmo assim ele não voltaria.

    A qualidade de vida que ele alcançou, não tem preço que pague... Mas ele tem colhões.... e sabe gerenciar e conviver com o risco.

    Trabalho dá trabalho...

    É necessário tempo para pensar, investir, e fazer dinheiro de verdade...

    As vezes, mesmo tendo uma renda alta, sinto que estou ficando pra trás dos meus amigos, pois eles estão no mercado, e as oportunidades surgem naturalmente para eles....

    E olha, que ainda assim eu empreendo... Mas a velocidade do dinheiro deles é bem mais alta do que a minha...

    Por eu ser conservador, pensei que se eu trabalhasse bastante e tivesse uma renda alta, conseguiria investir o excedente em ativos reais e negociações reais. Assim eu teria o melhor dos dois mundos.

    É isso que eu venho fazendo hoje, mas sei que eu errei...essa busca pela segurança só me atrasou na verdade... foi bom porque eu tive segurança, mas financeiramente, o trabalho acabou me atrasando.

    E isso é fácil de perceber, é só eu acompanhar e comparar com a trajetória de alguns colegas que desde o começo seguiram o plano de empreender e investir em imóveis.

    No começo eles sofreram, mas agora quem sofre sou eu, acordando todos os dias as 5:30 da manhã, para ganhar dinheiro para os outros...

    Seu post, foi primoroso... é difícil convencer alguém sobre isso, e os que se convencem, as vezes não põem em prática na sua totalidade... (assim como eu).

    Por isso sempre haverá como enriquecer, sempre haverá uma forma de de usar o tempo e o dinheiro de outras pessoas... no fundo elas querem isso...Elas querem a segurança e a Tutela de algum empregador.

    grande abraço

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado pela visita, catarro, e parabéns pelo primeiro milhão.
      Apesar de estamos distantes no que tange a patrimônio e capacidade de fazer dinheiro, sinto-me como você.
      A cerca de três anos atrás tive a oportunidade de seguir junto a um amigo que se tornou multimilionário com a empresa que abriu, inclusive os primeiros mil reais foi eu quem emprestei. Tudo porque busquei segurança. O cara teve coragem de largar um concurso público para empreender, e após 3 anos ralando como um louco se aposentou.
      Sempre penso nisso, em me dar chances para ficar rico, ao invés de podar elas. No fim das contas é o que a maioria faz, se fecha para poupar e receber migalhas pro resto da vida, e essa fórmula não funciona mais.

      Excluir
    2. Incrível catarro você já milionário ainda tendo que trabalhar ardorosamente.

      Não tenho a renda que tens, mas possuo uma certa qualidade de vida com muito menos.

      Empreender e construção sempre foram imbatíveis, vc surfa sua onda e não a dos outros.

      Excluir
  6. Fala conhecimento financeiro.
    O caminho é empreendimento não existe outra saída para acumular riqueza, apesar que no Brasil se revela complicado ser empreendedor devido alta carga tributaria, trabalhista e burocracias intermináveis.
    Maior parte dos empreendedores que conheço sabem ganhar dinheiro por um lado ,porem não tem conhecimento financeiro para ADM portfólios de investimentos, acredito que a união das 2 áreas faz surgir impérios.
    Tome como exemplo pessoal bilionário que usa do investimentos reais para alavancar no mercado financeiro, grande diferença do empreendedor médio para grandes esta nestes detalhes.
    A partir de um montante X fica muito difícil expandir o império apenas com aumentando atuação em mercados ou margens de lucro.
    O lance seria atuar fazendo uma ponte ganhar no empreendimento esperar boas oportunidade no mercado financeiro comprando bons ativos financeiros.
    Na primeira parte tu auferi lucro e na segunda pode maximizar o lucro.
    Imagine esse pessoal que tem seus 50 mil para aportar por mês qualquer disparara na bolsa faz ativos financeiros decolar.






    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O estado brasileiro é inimigo do empresário, bando de corruptos incompetentes.
      Concordo que a união dos dois conhecimentos é o ideal.
      Ações são ativos excelentes para remunerar o capital, mas demora muito pra deixar rico, a não ser que você tenha bastante dinheiro como você disse.
      Existe situações específicas claro, se uma pessoa ganha relativamente bem, pode aportar em investimentos tradicionais até ficar rico. Mas este caso é na prática muito específico e é o que a maioria acha que vai funcionar para si.

      Excluir
  7. Olá CF,

    não conhecia o seu blog. Vou passar a acompanhá-lo.

    ótimo post. Muito direto.
    E concordo plenamente quando diz que a melhor maneira de enriquecer é mexer com vendas. Não tenho dúvidas.

    Bons investimentos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, obrigado pela visita.
      Quando jovem eu tinha aversão à vendas... Achava uma profissão "indigna", culpa da mentalidade anticapitalista que nos é impingida. Certa vez ouvi o Kiyosaki falando que trabalhar com vendas era ótimo pois possibilitava alguém sem estudo ter uma renda tão alta quanto a de quem tinha faculdade. Pensei nisso e realmente é verdade. O ganho pode ser tanto em escala quanto em valor da venda.
      Sempre vi empresários ricos que não tem nem o segundo grau e quero ser exatamente como eles.

      Excluir
    2. É isto aí,

      temos que rever conceitos e nos desapegarmos de velhos mantras. Embora eu não entenda nada de empreendedorismo, ainda vou ser um deles. Seremos, não é?

      Excluir
  8. Vc se chega se ao milhão como empregado largaria o trabalho e se aposentaria ou iria empreender?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Iria empreender. Teria mais segurança com meus rendimentos do milhão. Não critico quem quer parar de trabalhar, mas por enquanto eu só quero parar de trabalhar PARA OS OUTROS.

      Excluir
  9. Excelente Post.

    Só o vi hoje. Tenho de abrir mais minha mente e ter mais coragem.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Todos nós, Vidinho. Viver sem coragem é só sobreviver. Grande abraço.

      Excluir
  10. Olá, adorei esse blog. Estou entrando nesse universo de empreender e gostaria de tirar uma dúvida com vcs. Estou comprando alguns terrenos com preço baixo. Queria saber se é melhor construir casas e vender ou construir para alugar?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá,
      As duas coisas costumam ser boas, e em casos excepcionais podem ser ruins. O lucro na construção costuma ser bastante atrativo, já o aluguel de um imóvel hoje em dia trás um retorno muito baixo, salvo quando você constrói, pois ai a porcentagem de lucro em relação ao capital investido vale a pena.
      De qualquer modo o aluguel geralmente vale a pena porque imóvel é um ativo real e costuma valorizar com a inflação. Isso serve pra proteger seu patrimônio, principalmente durante as crises.

      Compor a carteira vai de cada um. No momento eu construiria pra vender e aportar o lucro em outras coisas, tomando o cuidado que imóveis não são muito líquidos e portanto difíceis de vender bem quando não tem crédito disponível e emprego na região dele.

      Mesmo que você escolha alugar, isso não quer dizer que você não possa vender quando a hora for propícia.

      Excluir
    2. Tome o cuidado que tudo o que eu escrevo no blog é apenas opinião e não sou profissional pra recomendar investimentos.

      Excluir