quinta-feira, 4 de agosto de 2016

100000 visualizações

Amigos, tenho entrado menos no blog e espero em breve responder os comentários de vocês. Posto aqui para agradecer as 100000 visualizações. Muito obrigado por essa troca de conhecimento financeiro e aprendizado.


No último mês recebi 1/4 disso tudo. A conta no adsense eu apaguei, eram migalhas e nao vale nem a pena declarar oa ganhos (tinha acumulado uns 2 dolares até hoje e os números são meio confusos). Excluí baseado na regra de Pareto. O que não me trouxer grana e alegria não vou dispender tempo.

Agradeço a todos pelo carinho e não pretendo excluir o blog, mas vou diminuir a frequência de posts. O fim do blog pelo jeito vai ser o fim da alta frequência.

Aqui tudo bem. Estamos abrindo nossa empresa e uma hora falo disso tudo.

Para "marcar" os 100000 views, aproveito para recomendar mais uma vez a leitura de 3 livros:
- Pai Rico Pai Pobre
- O Homem Mais Rico da Babilônia
- Eu Quero Ser Rico!

Isso ai funciona!

Abraços



sábado, 30 de julho de 2016

Fim do Blog

Isso mesmo pessoal, o fim do CF se aproxima. O tempo em que passei aqui junto a vocês foi muito legal e aprendi muito, mas pretendo dar uma sumida da Internet e dar mais atenção à família e à vida privada.

Preciso confessar que no último ano a Internet me consumiu muito tempo. Nos últimos meses tenho pensado bastante nisso, e vi que não foi só no último ano, mas a vida toda.

Apesar de ter sido bastante pobre, tive acesso a computadores desde que nasci, e Fiz uma reflexão muito profunda sobre a quantidade de informação que confiamos na Internet, que já não garante anonimato a muito tempo  (leiam os livros sobre o Snowden e o com o Assange). Se eu tenho vergonha das minhas notas ridículas na escola, provavelmente vou ter vergonha do que compartilho hoje aqui.

Nos últimos dias eu vi que não sou mais uma pessoa feliz. Estou perdendo tempo de vida em coisas idiotas. Esta semana apaguei o Facebook, que me consumia um bom tempo todos os dias. Com a desculpa de ler uma notícia qualquer, eu lia toda a linha do tempo, reclamava, compartilhava alguma bobagem sobre política, perdi amigos... não acho que isso seja saudável. Fora que a idéia toda daquilo é ridícula. Somos amigos de pessoas que nem conhecemos direito e queremos parecer quem não somos.

No whatsapp é a mesma coisa. Nunca mais assisti um filme sem olhar pro aplicativo e perder a atenção quando o celular avisa que alguém falou algo. Faz tempo que nem abro um livro.

O conteúdo está cada vez mais vazio. Eu gostei muito do site O Antagonista, assim como gostava da Veja uma vez. Mas as notícias nao querem dizer nada, ninguém nunca vai preso e tudo parece um teatro. Na área das ciências é a mesma coisa... Não tem a ver com a vida real.

Antigamente eu nem carregava o celular, raramente consultava o email, e agora sinto necessidade de estar sempre conectado.

Minha esposa não quer que eu apague o blog, mas ela mesma já reclamou de eu ficar lendo na blogsfera  (coisas que já sei), perdendo tempo respondendo merdas no whats e Facebook ou assistindo a lixo no YouTube.

Eu não li mais livros nem aprendo nada UTIL a muito, muito tempo. Também larguei a academia e a luta as quais me dediquei por uma década.

Vou fazer uma forte dieta de informacão, pesquisar coisas pra loja que vamos abrir e não vou mais carregar celular comigo.

Tento não ver notícias sobre o fim do mundo (que nunca chega) na televisão. Eu fico preocupado e nervoso, paralisado, pensando no que fazer da vida se isso ou aquilo acontecer.

Sinto falta de deitar no chão de madeira da casa dos meus avós e assistir Duro de Matar na Temperatura Máxima, sem preocupações, apenas feliz por meus familiares estarem em casa comigo e não trabalhando. Quando penso que aquele tempo não volta mais sinto uma grande dor na alma.

Não estou nada bem. Quero curtir a vida, deitar na praia, sair mais de casa além do supermercado e fazer amizades reais como as poucas que deixei no Brasil. 

Sair do Brasil foi um grande objetivo que conquistamos e eu não estou feliz. Isso me deixa preocupado, pois não tenho mais grandes objetivos como tive a vida inteira.

Conversei com minha esposa para ela não ir trabalhar em uma merda de empresa para abrirmos um negocio como era nosso plano. Ela ia trabalhar a uma hora de casa em horários péssimos e ganhar mal exatamente como no Brasil. Sair de lá pra levar a mesma vida? Isso me deixou muito triste e preocupado. Felizmente tomamos outra decisão.

Nunca mais serei empregado na vida. Todo o tempo em que passei trabalhando para os outros foi tempo perdido. Se um dia tiver um filhos, quero ter tempo pra eles, como meu avô e tios empresários sempre tiveram para os seus. Não quero pagar alguém para cuidar do meu filho nem deixar ele o dia inteiro sozinho em casa ou numa creche.

Minha família está sumindo. Minha mãe está aqui nos visitando e fica tossindo sem parar... E surpreendentemente está tentando parar de fumar de modo sério. Ela nunca fez isso e tenho medo que ela esteja doente. A pouco ela se aposentou e agora tem curtido viajar, como quando era jovem e não era casada. Foi pobre a vida inteira e não foi feliz com meu pai. Temo que em breve ela esteja em uma cama de hospital e eu não possa estar com ela em seus últimos momentos, assim como ela que estava viajando quando meu avô morreu.

Já não tenho mais pai nem irmãos pois não falo com eles a quase uma década. Meu avô morreu, minha avó está muito velha, e sobraram uns tios que cada vez menos lembro. Em breve seremos só minha esposa, que já é sozinha e eu.

Em reação a investimentos, sigo a  filosofia do Baster. Não adianta se preocupar, se o mundo acabar acabou. Preciso me preocupar com minha saúde e em ser feliz.

Eu não quero me tornar uma pessoa depressiva, quero voltar a rir e conversar ao vivo com as pessoas. Não quero saber de temas complexos por um tempo e por isso vou sumir. Quem sabe eu acompanhe como anda a blogsfera. Fica um grande abraço no coração de todos vocês, amigos e visitantes. Muitas felicidades e que a deusa da fortuna sorria pra todos nós.

quarta-feira, 27 de julho de 2016

Como funciona o método de poupança extrema e porque ele deve ser experimentado

A algum tempo topei com um Blog americano  chamado Early Retirement Extreme que trás textos e ferramentas sobre chegar à aposentadoria precoce em 5 anos. Pelo jeito existem muitos adeptos dela nos USA e ela se diferencia da if pregada na Blogsfera por se tratar apenas do suficiente para sair da corrida dos ratos e continuar vivendo sem trabalhar ou trabalhar só naquilo que gosta, por Hobbie.

Eu já fui adepto da poupança máxima por um tempo e cheguei a poupar 90% do salário por mais de um ano. Logicamente além de muita força de vontade, tive a oportunidade. 

O que me chamou atenção na filosofia foi a fórmula matemática que é muito simples e faz sentido. Se seus gastos em um ano são 10000 dólares e você consegue fazer 40000, isso significa que você pode manter-se 3 anos no mesmo nível de vida, sem trabalhar. Poder visualizar isso trás uma boa paz de espírito, pois você sabe que de fome já não morre mais nem vai ser despejado. 

Apesar de ir na contra mão do senso comum de que é melhor continuar se qualificando e trabalhando para ter maiores rendimentos a filosofia do blog faz bastante sentido quando não é levada ao extremo. É preferível adquirir ativos geradores de renda ao invés de guardar dinheiro e comer sua renda ao longo dos anos. Mas também não é necessário "começar a viver" depois que os rendimentos dos seus ativos gerarem uma vida super abastada. 

Aposentar-se em 5 anos é simplesmente impossível pra quem não nasceu rico ou ganhou na loteria em qualquer lugar do mundo, mas certamente fazer um esforço por 1, 2 ou 5 anos é possível para fazer um bom colchão.

O que está cada vez mais claro para mim é que, para a sofrida classe média brasileira, fazendo as escolhas certas, é possível juntar uma quantia razoável em 10 ou 15 anos e viver com tranquilidade ou fazer as escolhas erradas e pagar por isso pelo resto da vida. É melhor fazer isso enquanto jovem e sem tantas obrigações.

Escolhas certas estão nas nuances de escolher uma profissão rentável, morar com os pais se possível, manter as despesas baixas, poupar e investir.



quinta-feira, 21 de julho de 2016

Payback (filme do mês)

Hoje falarei sobre um filme do Mel Gibson, que dispensa apresentação. O cara tem um dos maiores rolls de clássicos de Hollywood na carreira.  Se você gosta dos filmes dele vai adorar o que falo a seguir.

Payback (O Troco) é sem dúvidas um dos melhores thrillers que já assisti, um neo-noir intenso que realmente cumpre o que promete com seu slogan: "get ready to root for the bad guy" (prepare-se pra torcer pro cara mau). Porter, um assaltante e trapaceiro profissional é baleado pelas costas durante um golpe e volta de sua quase morte não para vingar-se, mas pela grana que lhe tomaram. Assista ao filme antes de ler este post!

Que se dane o spoil, não vou por o trailer e sim a primeira cena do filme.


Já começa bem! 


O filme já começa com o herói em uma clínica clandestina tendo as balas tiradas do corpo por um médico duvidoso. Recuperado, Porter sai em busca de quem lhe traiu, mostrando flashbacks do que realmente aconteceu.

Na trama ele se mete com todo tipo de mafiosos, policiais corruptos e pessoas do submundo. Ninguém parece acreditar quando ele diz que está encarando gente perigosa e se metendo em enrascadas por apenas 70k. Nem quem assiste crê que valeria a pena.



Esta é a característica principal do filme, o protagonista tem muitos defeitos, mas ganância não é um deles. Isso realmente o torna um filme diferente em meio a plots de vingança onde o herói mata todo mundo é fica com muito dinheiro.



A trilha sonora é boa e a atuação excelente por um time de atores de peso. Gostei muito da ambientação, uma cidade grande (acho que é Nova York) escura e fria onde você se sente solitário. Os carros são enormes e lindos, devem ser dos anos 80 e 70.

No final do filme Porter decide sair da cidade junto à uma antiga paixão que é GP de luxo. Em seu monólogo final ele diz que prometeu parar de matar e cometer crimes e ela de ser GP, e que os dois fingiram que isso ia dar certo... Existem coisas que não é fácil mudar. 

Este filme sempre me inspirou muito pois também me considero um cara "só quer o que é seu". Apesar de ter momentos bastante tensos e violentos pode assistir com a família sem problemas. Para mim é uma obra prima.

Existe um filme antigo no qual este foi baseado chamado "Point Blank" que ainda não assisti, mas muita gente diz que é bem parecido.

O próximo filme da lista será outro "neo-noir" que eu gosto muito, com uma história totalmente original ainda que inspirado num faroeste. Ainda bem que este não está na lista do Burguês Inglório!

Até a próxima! 

terça-feira, 19 de julho de 2016

A maioria é iludida e nunca vai prosperar - parte 2/2

Olá amigos,
Nesta segunda parte do estudo sobre como as pessoas se iludem com truques baratos, vou explorar alguns exemplos práticos e a partir deles tentar formar um mindset desconfiado e questionador.

Como sabemos a maioria fica rica através de disciplina, aportando todo mês em investimentos de valor e deixando seu dinheiro sendo remunerado o máximo de tempo possível neles. Sem disciplina e rigor somente uma minoria que tem sorte fica rica e uma maioria perde dinheiro e fica cada vez mais pobre.

Entendido isso, que não passa de estatística pura, fica fácil observar que não é bom negócio contar com a sorte é se aventurar em empreendimentos de ganhos rápidos e fantasiosos. Então porque tanta gente faz isso?

Medo e ganância.

Nenhuma das duas coisas é necessariamente ruim. O medo inclusive é responsável por salvar nossa pele em várias situações desde a pré-história, e sem ganância você não chega a lugar nenhum. O problema é o descontrole, que nos faz cometer erros.

Não precisa agir como um troglodita.


O medo de levar uma vida medíocre é o que motivou muitos a estudar sobre investimentos, assim como a ganância saudável, que é característica de todos os ricos que se fizeram sozinhos.

O ser humano é em geral burro demais pra investir seus recursos, e por isso é tão necessário estudar e ser disciplinado enquanto nosso cérebro implora pra que apostemos dinheiro em busca de ganho fácil e rápido.

Nesta vida todo mundo já viu todo tipo de esquema fraudulento, vários deles citados nos comentários do post anterior, que vão continuar sendo usados pra ludibriar as pessoas até o fim dos tempos. Exponho a seguir mais alguns que conheço.

Bitcoin
Meu Deus, CF, falar de bitcoin na blosgfera é mexer num vespeiro! Moeda querida por muitos aqui não tem valor algum, e a menos que ela carregue características inerentes ao dinheiro que sejam mais confortáveis que outras moedas, no longo prazo vai falhar.

Moeda virtual não deixa rico. 

Novamente, não acredito que a tecnologia seja ruim, pelo contrário, ela é revolucionária. Pra especular é legal e pra diversificar também. Mas como investimento bitcoin vai se provar péssimo no longo prazo assim como qualquer moeda, pelo simples fato de que apenas investimentos atrelados a ativos de valor produtivos aumentam de valor com o tempo.

Cada um faz o que quer e somente o tempo me provará certo ou errado, mas o investidor disso não tem o perfil "investidor inteligente" e sim o de quem aprendeu tudo o que sabe da vida no vídeo game.

Bitcoin não é uma fraude mas é o tipo de coisa que as pessoas estão investindo porque acham que vão ficar ricas rápido, e existem diversos esquemas fraudulentos e de piramide envolvendo bitcoin.

Antes de encher a boca pra falar que a moeda vai valorizar, lembre que quem comprou quando estava 3 mil reais o btc até hoje não recuperou seu dinheiro. 

Truque das cartas ciganos
Certa vez, em Dublin, vi um grupo de pessoas aglomerado em volta de um gipsy que embaralhava 3 caras e bastava acertar a carta certa para ganhar o dobro que apostou. Fiquei cerca de 15 minutos olhando atentamente enquanto pessoas perdiam dinheiro e outros ganhavam (grana alta, tipo 50 euros), tinha até uma mulher que comemorava e berrava muito de alegria, certamente uma capanga.

Errrrrrooooouuuu!!! 


Desvendei o segredo, pensei, pois acertava TODAS as vezes onde a carta X estava. Resolvi apostar 5 euros e ganhei 5 de lucro. Dobrei a aposta e ganhei 10 de lucro líquido. Coloquei os 20. Já era hora de tomarem meu dinheiro pois eles haviam me dado lucro pra que eu me sentisse confiante e apostasse mais e isso não ocorreu. Aí perdi os 5 euros.

Pensei que bastava eu repetir a jogada e desta vez sair com os 35 de lucro... Mas resolveram me tomar os 5 euros direto. Ou seja, perdi 10 euros. Como? Magia cigana. A casa sempre ganha.

Telexfree
O mais famoso esquema de piramide no Brasil dos últimos anos deixou muitos milhares de pessoas mais pobres. Todo mundo sabe como uma pirâmide financeira (ou esquema ponzi) funciona então não vou perder tempo explicando, mas o fato é que vi pessoas em torno de mim perdendo dinheiro.

Um garoto que conheci tirou empréstimos e meteu na telexfree e até hoje paga por isso. Também teve um cara que não sei quanto investiu, mas teve sua conta bloqueada com mais de 50k lá dentro. Lembro que em 2013 a DOENÇA telexfree se espalhava rápido. Em uma semana meus amigos estavam falando muito nisso. Resolvi investigar e aprendi que esquemas ponzi não se sustentavam... Na semana seguinte tive a sorte de barrar esses amigos de investir nessa bosta e mostrei vídeos do YouTube, e uns meses depois o esquema todo caiu.

Agora a melhor parte. O desespero e a negação dos que foram enganados perdurou por um bom tempo, e muitos foram tapar os buracos da telexfria com outros esquemas de piramide e produtos de marketing multinivel. Se o problema da telexfree era não ter um produto real, era só ir pra uma empresa de perfumes ou açai, ou suplementos que tinham um produto pra mascarar o esquema.

Ao invés dos caras admitirem que tinham errado, se tornaram zumbis vendedores de outras empresas. Os que eu conheço continuam pobres.

Spam da piramide por email
Pra ver como esse esquema é velho, lembro que muitos anos atrás recebia no meu primeiro endereço de e-mail um esquema de depositar 10 reais na conta de alguém e receber algumas centenas de outras pessoas que depositaram 10 reais na sua também.



Aposto que muita tia que envia power point cheio de vírus com mensagens de amor caiu nessa.

Clicar em anúncios 
A Internet é mesmo fantástica, pois através dela é possível vender coisas para pessoas do outro lado do mundo, inclusive espaço publicitário, onde um modo de remuneração é através de cliques em anúncios, por isso surgiu um esquema de clicar em anúncios e ganhar dinheiro.

O esquema é velho. Se trata de angariar pessoas de saco cheio de trabalhar pra chefes cretinos que querem ter uma renda extra ou full desde o sofá de casa. Os problemas que vejo são que em primeiro lugar, é uma grande perda de tempo. Enquanto sua mãe paga pela luz, Internet e comida na geladeira, você clica em propaganda e ganha uns trocados, enquanto podia estar aprendendo uma profissão de verdade.




Apesar de ser um negócio antigo, isso é popular até hoje. Não sei se é verdade mas está cheio de gente pela Internet dizendo que seu dinheiro sumiu em sites como Neobux. Também não sei como funciona, mas pra que serve colocar dinheiro nesses sites além de só trabalhar neles? Para mim esse tipo de coisa cheira a piramide.

Sublocar imóveis
Um modo duvidoso de se ganhar dinheiro quando o proprietário não permite expressamente. Apesar de não ser imoral, é algo estranho é pode render dor de cabeça, afinal você aluga para uma pessoa porque confiou nela. Aí o cara aluga mais caro pra sabe lá quem.

Aqui em Portugal alguns brasileiros alugam casas com 4 ou 5 quartos e sublocam os quartos. O problema é que alugando sem contrato você não tem garantia nenhuma de ter seu caução de volta ou de que não vai ser roubado por seus colegas de apartamento (ontem mesmo soubemos de uma família que foi roubada em hostel). Geralmente esse serviço é usado por quem não conhece ninguém no novo país e realmente precisa de lugar pra ficar. Não é exatamente uma fraude mas é algo que pode ser perigoso, e agora conto como quase levamos um golpe:

Quando estávamos buscando um apartamento, vimos um anúncio legal de um muito bem localizado e quando entramos em contato um brasileiro nos convidou pra tomar um café e explicar o negócio. Como todo malandro, chegou vestido como empresario em um carro importado, querendo demonstrar que sabia tudo de Portugal e ia ensinar a gente a se virar por aqui... As pessoas adoram cair nesse papo furado, mas eu sou desconfiado pra caramba a ponto de até minha mulher me criticar e dizer que não confio em ninguém. Felizmente ser assim me protegeu de perder dinheiro muitas vezes e essa foi uma delas.

O cara veio com um papo de que ia nos sublocar o apartamento por um valor mais baixo que o normal pra sempre, pois aqui supostamente o proprietário não pode subir o preço do aluguel, se lhes pagassemos 2500 euros em uma espécie de caução sem retorno, ou se preferissemos ver assim, pela mobília que ele ia deixar na casa. O trato consistia em fingimos que éramos amigos dele do Brasil para enganar o proprietário português. Senti raiva dele... Me coloquei no lugar do dono do apartamento, alugando pra um brasileiro safado aproveitador de merda.

Além disso não tínhamos garantia nenhuma de que de uma hora pra outra seríamos enxotados, perdendo cerca de 10 mil reais. Decidimos declinar a oferta, e perguntando por aí descobri que o cara não é flor que se cheire.

O cara também queria me vender um carro usado e ficou me enchendo o saco e usando técnicas de pressão que vendedores usam, e ainda quis dar a entender que eu o fiz perder tempo por não aceitar. Hahaha. Fiquem atentos caso venham pra cá com todo mundo, PRINCIPALMENTE COM BRASILEIROS.

Apartamentos baratos para comprar e alugar
Se você pesquisar nos sites de imóveis como o OLX, vi achar alguns apartamentos bem localizados e maravilhosos por preços mais baixos, geralmente com anúncios escritos em inglês e de donos que moram em outro país. Este golpe é denunciado inclusive pela própria OLX e o papo é sempre parecido. Uma viúva rica filantropa da Albânia, ou um casal suíço que não se importa em alugar barato pra você que parece ser uma "pessoa boa", só exigem um pequeno depósito como garantia e dizem te mandar as chaves por correio.  Mesmo quando você nota que é golpe começam a insistir e oferecer benesses. A cerca de dois dias alguém me mandou o seguinte e-mail:

É pra rir?  


Forex e opções binarias
Alto risco. Diferente de ações isso é alto risco de perder dinheiro MESMO. Com certeza é mais difícil de vencer que uma roleta de casino pois ninguém no planeta Terra sabe pra onde o mercado de câmbio vai. O Soros não sabe porra nenhuma e só é possível uma pessoa física ganhar dinheiro nisso com informação privilegiada.

Como o risco é alto e a possibilidade (ínfima) de lucro também, estão surgindo vários esquemas de pirâmide nisso. A cerca de dois dias alguém me mandou a mensagem abaixo:


É pra chorar?

Além disso o mercado não é regulado e muita gente cai no golpe jurássico dos bucket shop (corretoras fantasma) que embolsam seu dinheiro e você não tem pra quem chorar.

Avestruz Master, Boi Gordo e florestas de árvores de natal
O Avestruz Master foi um esquema de pirâmide que consistia em prometer lucros no abate de avestruzes que nunca existiram. A empresa investia pesado em publicidade e hoje os sócios estão na cadeia após lesar milhares de pessoas. Esquema muito parecido com o do Boi Gordo, que prometia lucros de 3% ao mês e até 9 Antônio Fagundes estava metido na época da novela Rei do Gado:


Milhares de pessoas tomaram prejuízo pela falta de conhecimento financeiro. Com 3% ao mês você dobra seu patrimônio em meses... Não precisa mais criar uma empresa inovadora ou uma planta industrial em Singapura. Basta colocar toda sua grana no Boi Gordo e por mágica você fica rico. É pra largar o trabalho e viver de Boi Gordo.

Recentemente vi anúncios no Facebook de fazendas de árvores de natal, onde você investe nos brotos e te prometem ganhos de 30%. Isso não é impossível mas fui pesquisar e "as autoridades" já estão de olho. Aposto que muita gente vai se dar mal nisso.

Como identificar fraudes? 

Em primeiro lugar, se parece bom demais pra ser verdade, provavelmente é. Não é fácil ganhar dinheiro e nada cai do céu. Pesquise muito sobre onde vai por seu dinheiro e esgote as referências sobre o assunto. Se suspeitar de algo, prefira perder a oportunidade. Muitas pessoas jamais vão se recuperar dos golpes que levaram e se achavam tão espertas quanto você ou eu.

Alguns podem ter lido este texto e discordando que algo é golpe. Não esqueça que existem coisas que te fazem perder TEMPO que é seu ativo mais escasso.

Ninguém está livre de levar um golpe, não se iluda. Fico por aqui neste assunto que nunca vai se esgotar de novos exemplos pois a criatividade humana é infinita.


domingo, 17 de julho de 2016

A maioria é iludida e nunca vai prosperar - parte 1/2

Na última semana tirei um tempo para pesquisar sobre quais são as novas modas em fraudes e promessas de enriquecimento rápido. Descobri dezenas de jeitos absurdos de como as pessoas são enganadas, ou melhor, se auto-enganam nestes dias de informação vasta e gratuita na Internet.

CF investigando investigando fraudes.


A maior parte do meu conhecimento financeiro se baseou em como não perder dinheiro, mais do que em ganhar, e por isso não fiquei pelo caminho e até aqui estou indo relativamente bem. Como sabem os mais espertos, o que importa é o quanto você consegue poupar.

Notem que a despeito do pretensioso nome deste Blog, eu estou sempre a fazer perguntas e aprender com os colegas um pouco de suas táticas, pois cada um sabe um pouco de um ramo específico. Temos conhecedores de construção civil, negócios, empréstimos, alugueis, FIIs, ações, renda fixa e até investimentos off-shore. 

Para pessoas sem um intelecto ou sorte fora do comum como eu, a velha forma de buscar algo em torno de 1% bruto de retorno, na melhor das hipóteses, é o melhor caminho a seguir quando se trata de produtos financeiros. Não tem nada muito melhor que isso e não adianta se enganar.

Digo isso todos os dias para o espelho. 


Como já disse e volto a repetir, se quer retornos maiores eles estão em negócios (empresas) e imóveis, e quanto maior o retorno, maior o risco.

O que mais me chamou a atenção é que apesar da criatividade e malabarismos dos picaretas financeiros, tudo não passa dos mesmos truques renovados, e eu jamais cairia em nenhum deles (infelizmente quem cai em golpes também pensa assim).



Se quiserem ficar por dentro das fraudes mais comuns em Portugal, recomendo o site fraude.pt com informações importantes também para nós brasileiros.

Venda de apartamentos abaixo do valor de mercado, empréstimos a juros baixos com um desconhecido rei africano, pirâmides de todo tipo são alguns dos esquemas praticados.

Enquanto eu buscava apartamentos para alugar na OLX, várias "oportunidades inacreditáveis" surgiram de alugar imóveis fantásticos de estrangeiros. Bastava "depositar o caução para a viúva rica filantropa que morava na Roménia". 


A conta não fecha

O mercado não dá dinheiro fácil pra ninguém. Você não vai ganhar a vida operando do seu quarto com cheiro de cheetos e principalmente, ninguém, ninguém no planeta Terra fica rico como empregado sem ter anos de experiência, qualificações exclusivas e excelentes contatos, portanto esqueça qualquer empresa que diz sem parar que "seus ganhos dependem de você". Vendedores de verdade sabem disso. 

Mesmo em Day trade de ações (ativo de valor) a média de sucesso é de cerca de 3%. O resto toma ferro e mesmo assim as pessoas acham que são as escolhidas.

Sua chance de ganhar dinheiro como auxiliar de pedreiro é maior que isso. Imagine se você tem alguma chance com Forex.

A coisa mais importante para se ter sucesso em qualquer coisa é passar seu tempo com quem tem sucesso. Por isso quem vende investimentos de 3%, 5%, 10% e até 100% ao mês (!!!) tentam se parecer com o rei do camarote, esbanjando dinheiro e dirigindo carros importados pra enganar otários.

Deveria ser fácil identificar esquemas corruptos assim, já que quem faz grana de verdade não fica mostrando.

Analisando o perfil de Facebook de quem cai nesses esquemas de pirâmide, notei que muitos têm menos de 30 anos, tem um salário de menos de 1500 reais e só tem a o segundo grau como bagagem de vida. Nada de experiências relevantes, empregos bons, nem grande vivência fora da casa dos pais.

Qual a chance de alguém assim encontrar a fórmula secreta da riqueza? Consultando as "5 leis do ouro" do livro O Homem Mais Rico da Babilônia, a chance parece nula. 

Tem algo muito errado nisso tudo e as pessoas não estão se dando conta.

Se vocês conhecem pessoas que cairam em investimentos fraudulentos nos conte nos comentários. 

quinta-feira, 14 de julho de 2016

Quanto mais dinheiro menos MEDO - lições do poker

Como introdução à este post, sugiro este meu outro artigo (clique). Não esqueça que nada neste Blog é recomendação do que fazer com seu dinheiro ou sua vida.

Já contei aqui no Blog que lembro do dia em que minha mãe me disse: "a gente tem tão pouquinho que tem medo de perder esse pouquinho", quando lhe sugeri um investimento imobiliário anos atrás.

Voltei pro meu quarto quieto, com um nó na garganta e muita raiva da vida, pois aquela frase foi a expressão máxima da mente de pobre.

Foi humilhante. Realmente humilhante! Era como ter nadado muito pra morrer na praia, ou levar um tiro nas costas assim que conseguisse pular o muro da prisão. Foi como vestir novamente a máscara de ferro e ser arremessado numa masmorra.

Após uma vida inteira passando por privações, apresentei uma ideia genial, potencialmente muito lucrativa e livre de riscos, afinal era o que todos os ricos que eu havia conhecido faziam, mas a resposta foi negativa. Se aquilo não era possível, o que eu devia fazer? O mesmo que meus pais? Gastar tudo em faculdades e pós graduações? Trabalhar que nem um jumento em troca de promessas de aumento?

Foi por isso que o livro Pai Rico Pai Pobre fez tanto sentido pra mim.

Mas naquele momento, a grana era dela, e eu, só um bunda mole que ela sustentava.

Eu pensava: "a vida inteira pensando e agindo como pobre, como podem não tentar fazer diferente? Fazer o que os ricos fazem...".

Naquele dia me dei conta que, o pobre não quer aprender sobre o que deixa rico. O pobre não quer pensar. O pobre quer trabalhar pra alguém e pronto. O pobre não é educado, mas adestrado, a ganhar um osso do seu dono se for obediente.

O tempo passou, minha mãe continua pobre (vivendo da recém conquistada aposentadoria) e pagando aluguel, mas ao longo do tempo também compreendi outra coisa: que existia razão lógica na psique humana do que ela disse.

Quando comecei a trabalhar e a acumular mais dinheiro, senti medo de investir e perder tudo. Mantinha tudo na poupança e (ainda bem) sempre fui desconfiado do material que lia na Internet.

E se o banco quebrar? E se a empresa quebrar? E se invadirem meu lote? E se o prédio desmoronar? E ae o inquilino não pagar? E se o governo der calote? As pessoas pensam coisas assim, e essa encruzilhada define quem fica paralisado com o medo, e quem busca respostas e segue em frente.

Recentemente iniciei a leitura do livro "Poker - A Essência do Texas Hold'em" de Carlos Mavca,  o livro é excelente e sem dúvidas um dos mais legais que li. Pra quem gosta de Poker e investimentos, é fortemente recomendado. Se quiser compreender os motivos de como se perde dinheiro de muitas maneiras, leia este livro.

Em um capítulo dedicado ao "controle de bankroll" o autor afirma que o jogador com maior bankroll (patrimônio) tende a ter vantagem no longo prazo, principalmente por dois fatores:

- menor risco de quebrar;
- perde menos dinheiro (em porcentagem) a cada decisão errada ou menos lucrativa.

As duas questões afetam de maneira psicológica o jogador/investidor, que com um patrimônio maior pode se concentrar em fazer as escolhas certas ao invés de ganhar ou perder dinheiro.

Investir não é só matemática. É também atitude mental.

Uma lição em controle de bankroll se refere à diversificação de ativos. No poker você passa por "marés de azar" onde recebe muitas "mãos ruins" ou passa por períodos de perdas prolongados. Você deve escolher um limite para cada investimento em que se perder, não afectará tanto seu património.

O que importa é ganhar mais dinheiro do que perder. Não adianta nada ganhar nove vezes 1 real, e na décima jogada perder 10 reais.

Outra coisa que o autor fala que faz total sentido, é que, quanto maior seu bankroll mais conservador você deve ser. Se em um jogo perder 100 reais, provavelmente nem vai sentir e pode recuperar-se rápido. Se perder 500k você está ferrado.

A conclusão é que, quanto mais dinheiro você tem, mais pode arriscar, mas não deve arriscar somas altas que destruam seu património se não der certo. Você deve se expor a mais jogadas, já que para obter sucesso você TEM que se expor a mais chances de obter lucro, e se concentrar em acertar mais do que errar, não em ganhar grandes boladas de dinheiro.