segunda-feira, 3 de outubro de 2016

Impaciência nos investimentos

Este tópico interessa principalmente quem tem pouco dinheiro e iniciou a pouco tempo seus investimentos, por isto coincidir quase sempre com pouco conhecimento sobre o tema.
 
Ficar rico leva bastante tempo, isso se acontecer, pois, provavelmente nem vai pra maioria. Esse fato leva à frustração, pois vivemos em uma sociedade onde todo mundo "merece" tudo do bom e do melhor só pelo fato de existir, e também por que a Mídia constrói um padrão de vida como ideal e as pessoas geralmente não conseguem aceitar modos de vida diferentes e mais frugais.
 
Sim, a vida é injusta. É um saco fazer de tudo e no fim descobrir que fomos enganados pelo sistema e vamos ser apenas mais um imbecil que depende de um salário-esmola pra não morrer de fome, mas isso não importa, estas são as regras e a gente joga com as cartas que tem na mão.
 
Essa impaciência nos leva a cometer erros diversos, como forçar seu patrimônio a rentabilidades irreais e fazer coisas que fazem perder tempo.
 
O impaciente fica com o olho no grande prêmio e esse é o maior engano, pois isso no mínimo leva a uma qualidade de vida ruim. Quantos na blogosfera não tiveram que relaxar um pouco pra ver que a vida não começa depois do "milhão"?
 
Pensar assim é passar em branco todos os outros aspectos da vida. Ao invés disso, pra quem gosta de dinheiro (e isso não tem nada de errado) o ideal não é pensar em quanto você vai ganhar cada vez, mas em porcentagens. Para mim funciona!
 
Nós reagimos à estímulos, pensamos no retorno que cada uma de nossas ações vai proporcionar, mas seja pelo motivo que for, a maioria tem uma visão nublada. Enquanto se pensar "não vou investir mil reais pois depois de 10 anos ele vai ter rendido uma merreca" você será POBRE. Já falei, na minha família investimento sempre foi poupança e imóveis, assim como é pra maioria, pois ver seu patrimônio subindo só 10 ou 20 reais em um mês soa ridículo para as pessoas (mesmo que não consigam isso investindo em nada), ai correm pro prazer instantâneo.
 
"Ah vai render só x reais, isso não dá pra nada".
 
Se ao invés disso pensar em quantos % perdeu ou ganhou, vai se manter estimulado a prosseguir. É um passo de cada vez.
 
"Meu patrimônio aumentou x% este mês".
 
Acertar com dinheiro é tão importante, e não mais importante que acertar nas outras coisas da vida.
 
"Acertei vendendo a bicicleta que não usava mais".
"Acertei comprando essas lâmpadas que poupam energia"
"Acertei comprando essas roupas de boa qualidade".
"Acertei lendo este livro, aprendi algo útil"
 
 Rendimento representa pouco em juntar dinheiro. É muito importante, mas é mais importante o aporte, principalmente no começo. Tanto pra uma pessoa de sucesso financeiro quanto para uma empresa, o importante não é quanto dinheiro faz, mas quanto consegue guardar.
 
A grande habilidade de quem ficou rico saindo do zero foi agarrar-se a algo que tinha valor, que funcionava, pelo maior tempo possível. Se um cara ficou rico com vendas, foi porque passou a vida vendendo bem coisas que davam dinheiro, não porque vendeu uma vez algo caro.
 
Se alguém passou a vida em uma profissão ganhando mal, é pobre porque se agarrou a algo que não tinha valor. Por isso a chave é concentrar energia no que funciona pra você. Tem que achar algo que dê dinheiro. Se for ficando melhor no que já faz, ótimo. Se for mudando pra outro ramo, tudo bem, lembrando que vai despender energia e tempo.
 
Mudar de ramo não é ruim, mas quanto antes se encontrar o que dá dinheiro melhor. Isso é meio duro, mas é a regra e não tem o que fazer. Por que? Porque quanto mais você mudar de cidade, de amigos e de atividade (eu fiz essas coisas) mais vai gastar energia que podia estar gastando com algo que dá certo, portanto cuidado.
 
Agarre-se a algo que dá certo, que funciona, e fique naquilo o maior tempo possível. Vai precisar Juntar dinheiro pra encontrar algo pra investir seu tempo e trabalhar em cima, mesmo que seja 5, 10, 100 reais por mês, não importa, vai precisar, ou passam as oportunidades e você não terá um centavo pra pular no trem.
 
Os que mais vejo duvidarem de um dia serem ricos são os que ganham mal e eles estão certos se continuarem fazendo o que sempre fizeram. Bom já sabemos o que está errado. Esqueça o "milhão". Tente achar algo que gere dinheiro nos próximos dez anos e esqueça o resto.
 
Amigo, tem que ter uma ocupação boa. Seja ganhando bem como um médico, ou podendo trabalhar mais pra ganhar mais, tipo um pedreiro da vida. Se ganha mal e não vai ganhar mais por trabalhar mais está ralado.
 
O próximo post também vai ser de "auto-ajuda". Vou falar sobre o tipo de pessoa que devemos evitar na vida como se fossem uma doença.
 
Abraços do CF
 
 

31 comentários:

  1. Esse verde forte como fundo força um pouco pra quem vai ler, tente colocar um verde mais fraco, ou então um fundo branco com letra preta, como é nos blogs de jovem de sucesso e seu madruga.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Anon, digite Ctrl + ou -, ou gire a bolinha do mouse para aumentar as letras da postagem. O fundo verde já é característica do blog, não acho legal mudar agora.

      Ótima postagem CF, que bom que vc não abandonou a blogosfera

      Excluir
  2. Muito bom, é ótimo saber que tem espaço pra todos, principalmente para os que estão começando agora também, CF, como você avalia um jovem querendo começar seu investimento em um imóvel, sendo que tem moradia fixa, comprá-lo e assim que o mesmo for construído, jogar na mão de uma imobiliária, e deixar com que os aluguéis recebidos paguem as prestações. Um bom ou mal negócio?

    Abraços.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não sei responder CdM. Negócio imobiliário é ótimo quando se sabe fazer, e uma merda quando não souber.
      Por exemplo, construir casinhas de aluguel é muito bom, vide o blog viverdealuguel. Já comprar pronto pra alugar é por dinheiro fora, pois pagou vários intermediários.

      Eu não posso recomendar nada, mas acredito que seja bom negócio fazer um inquilino pagar as prestações. Na pior das hipóteses da pra vender o imóvel, que quase sempre valorizou.

      Não recomendo investimentos, pois não tenho como saber se é bom negócio pros outros.

      Um abraço.

      Excluir
    2. Não comece em negócio pensando em jogar para os outros a administração.

      Excluir
    3. Tenho dois imóveis (dois aptos quarto-sala) e deixo os dois na imobiliária. Se for para eu ficar administrando, prefiro vender.
      Não tenho paciência para negociar e ficar tratando de eventuais problemas ou rolos com inquilinos.
      Os 10% que deixo na imobiliária, na minha opinião, são de graça.
      Abraço!

      Excluir
    4. São dois modelos de negócios diferentes.

      Excluir
  3. Ola CF,
    Estou iniciando minha caminhada. Dicas anotadas!
    Obrigado e abcs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Piloto os primeiros 100k são os mais difíceis porque servem como um teste. Se passar deles e mantiver a disciplina, provavelmente fica rico um dia.

      Excluir
  4. Ola CF,

    Que bom que voce voltou de vez!

    Concordo com o que voce disse, esta impaciencia ja me afligiu.

    Eu estava num desespero pra aumentar a renda passiva, so queria comprar FIIs de Papel por terem maior yield.

    Ha males que vem para o bem: Perder minha planilha de controle detalhado que calculava ate os centavos foi otimo.

    Agora continuo na luta mas sem aquele desespero, tranquilo, pois ja fiz boa parte e agora estou na parte mais pro final do que pro começo do plano.

    As pessoas acham que vao inventar algo e ficar ricas imediatamente, sendo que para os pobres mortais o que enriquece mesmo è o aporte, paciencia, tempo e juros compostos.

    Um abraco

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Até o cara entender isso leva tempo, e ainda por cima tem que estar sempre batendo nisso, ou mesmo quem é mais experiente esquece.

      Abraço!

      Excluir
  5. Olá CF, Algo importante no processo de enriquecimento é, além do aporte, ter um padrão de vida inferior ao que seria possível. Haja paciência para ficar rico....rs.....mas vale a pena. Nao priorizo tanto a rentabilidade pq aporto 60% da minha renda. Devagar e sempre. Logo o milhão chega. Sucesso. Abraços

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não tem o que fazer, sem poupança é impossível ficar rico.

      Excluir
  6. Esqueça o "milhão". Tente achar algo que gere dinheiro nos próximos dez anos e esqueça o resto .Esse é um dos melhores conselhos que recebí.
    ADAILTON

    ResponderExcluir
  7. CF, parabéns pelo texto!
    Meu pai falava uma frase em italiano que era: 'piano, piano, se vá lontano', ou seja, devagar, devagar se vai longe. Até iniciei um post sobre esse ditado, mas ainda não deu vontade de terminar e publicar.
    Quando era novo não gostava de ouvir isso, mas hoje, com mais experiência, vejo que é bem por aí e, quando faço um aporte, por menor que seja, lembro dessa frase.
    Abraço!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A gente quer ficar rico rápido fazendo o que pobres fazem e isso nunca deu certo. Colocar dinheiro em um pedestal só trás tristeza. Dinheiro é tão importante quanto o resto.
      Abraço!

      Excluir
  8. Olá CF, muito bom...

    Curioso que meio sem saber eu estou fazendo isso, nem dou muita importância para o valor nominal do dinheiro e sim o quanto aumentou de um mês pra outro... e isso realmente é motivador!


    Abraços e Suce$$o!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu prefiro assim. Olhar para o quanto dinheiro fez é uma armadilha pois a gente sempre quer mais. Percentagem é bem mais fácil. Sucesso!

      Excluir
  9. O importante é lutar por ganhos melhores, sempre, ou sempre ficará estagnado na vida.
    Eu nunca ganhei dinheiro com outras coisas, e quando acordei pra vida, corri atrás da universidade, fiz Odontologia, e hoje ganho mais de 6.000,00 reais fixos pagos todo dia 20 e 5 dia útil de cada mês.
    Eu podia pegar um jetta do ano, esses dias um cara queria 15 mil e que eu assumisse as parcelas no valor de 2450 mês. JAMAIS!
    Prefiro meu uno 1.0 2012 ECONOMY por enquanto!!!
    Poderia morar em uma casa top em um condomínio fechado aqui na cidade que moro pagando pouco mais de 1,800 por mês.

    Mas a mentalidade é outra.

    É FORTALECER A COLUNA DE ATIVOS, E DEPOIS PENSAR EM CASA PRÓPRIA, CAMARO, E TUDO MAIS...

    Aproveitar que está entrando renda pois nada é para sempre, NADA!

    As oportunidades são únicas, dificilmente batem na sua porta novamente, e se você não aproveitar para formar sua coluna de ativas enquanto ganha dinheiro, então você não terá nada na vida.

    Abraços e bom post.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O segredo dos ricos é esse, passar a vida fortalecendo a coluna de ativos, enquanto a ruína dos pobres é investir em passivos. Supreende olhar pra trás e ver como foi rápido se ao invés de olhar pro prêmio você se focar em melhorar. Abraço!

      Excluir
    2. O tempo pra aproveitar o que juntou tbm é importante.

      Por isso tem que começar cedo.

      Abraço.

      Excluir
  10. Lembrando que tenho quase 3mil de gastos mensais..metade destes gastos são passivos que estou trabalhando para tirar da minha vida.
    Então o que resta de grana é investir e pronto.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Imagine, depois de se livrar dos passivos vai ter 1,5k de aumento de aporte. Isso deixa rico rápido. Tem gente que não ganha nem isso de salário.

      Excluir
  11. Um post cheio de conhecimento. Parabéns.

    ResponderExcluir
  12. O heavy metal me disse que ele começou a investir com 35 anos e hoje com 44 ou 45 ele tem quase 2 milhões.

    Impressionante mesmo.

    Isso mostra que os ganhos são sim mais importantes que rentabilidade.

    Aportar 10,20k por mes até na poupança enriquece como a gente sempre diz.


    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Poder de aporte é imbatível. Rendimento é só pra remunerar o aporte.

      Excluir
  13. É a famosa ansiedade. Amiga e cúmplice da depressão.

    ResponderExcluir